20 de abr de 2015

Irmão do Jorel

[terra se abre e cospe James fora, depois de eras]

Hum, adianta alguma coisa pedir desculpas por ter demorado tanto assim pra voltar? Que seja, foi mal ae :P

Voltei com essa postagem a pedido da Ninne (pra quem não sabe, ela é a dona do site), para falar de algo que anda cada vez mais raro no Brasil: uma obra nacional de qualidade.
Irmão do Jorel irmão do Jorel! é uma animação em 2D (ainda bem!) criada por Juliano Enrico e desenvolvida pelo Copa Studio, que teve um promo lançado em 4 de agosto de 2014 e o lançamento oficial em 22 de setembro de 2014. Foi transmitido semanalmente no canal de TV a cabo Cartoon Network, às segundas-feiras, 20:45, com um total de 16 episódios na primeira temporada. O último episódio foi transmitido em 2 de março de 2015 e desde então todos aguardam ansiosamente o retorno.

Vixe James, o negócio é assim tão bom a esse ponto?
Olha, depende muito. É uma questão de gosto, então seria impossível afirmar com certeza. A animação segue o mesmo padrão dos desenhos típicos do Cartoon Network, desde os mais antigos (como A Vaca e o Frango, Os Castores Pirados e Du, Dudu e Edu) até os mais novos (Hora de Aventura e Apenas um Show). São desenhos classificados como nonsense, ou seja, eles não necessariamente têm sentido ou seguem uma linha racional muito bem definida. Em resumo: são desenhos que hoje todo mundo gosta de chamar de retards.

Irmão do Jorel segue mais a linha de As Trapalhadas de Flapjack e Apenas um Show, onde algumas cenas são absurdas mas no geral se encaixam no contexto. O universo da animação se passa em meados dos anos 80 e 90, inclusive com várias referências da época (estilos visuais, tendências, músicas e videogames). Os cenários geralmente alternam entre o interior da casa da família (cuja formação eu já vou explicar, guentaê!), o quintal da casa e a escola primária Pônei Encantado.

Alguns dos elementos do desenho são fixos, como por exemplo a paixão doida do irmão do Jorel pela Ana Catarina, a inconsequência do Nico e os filmes estrelados por Steve Magal. Os personagens, sem exceção, têm um carisma enorme (talvez por isso a série tenha sido tão bem recebida) e possuem elementos típicos e extremamente fáceis de perceber (também já vou explicar :P).
No geral o desenho/animação não tenta ser revolucionário nem se prender demais a um estilo específico, e se sai bem apesar da mistura. O criador da série afirma usar de ideias tiradas de sua própria experiência, por ser irmão de um garoto famoso.


PERSONAGENS

1-) Família do Jorel:
- Seu Edson: pai de Jorel, ex-ator de teatro, usa de expressões e tiques teatrais em quase tudo o que faz;
- Dona Danuza: mãe de Jorel, viciada em atividades físicas e alimentação saudável;
- Vovó Juju: mãe do Seu Edson, a típica vovó que todo mundo ama. Sempre fala frases incentivando a comer frutas (abacate é a melhor delas, assista e você saberá :P) e se enrola para falar alguns nomes. É doidinha de um jeito, na falta de uma palavra melhor, adorável. As melhores frases de efeito e a melhor voz do desenho são dela;
- Vovó Gigi: mãe da Dona Danuza, vive sentada em sua poltrona e é obcecada pelos filmes do Steve Magal. Está quase sempre de mau humor e sempre² com um pirulito na boca;
- Nico: irmão mais velho do Jorel. Com uma franja enorme que cobre quase todo o rosto, é o típico adolescente inconsequente e também baterista de uma banda de Metal chamada Cuecas em Chamas;
- Jorel: irmão do meio da família (mais velho que o irmão do Jorel e mais novo que o Nico), em torno do qual gira praticamente tudo no desenho. Sempre faz aparições dramáticas ou fantásticas, porém nunca diz nada a não ser "jjjjjjjj" em forma de risada (e ri assim por motivos óbvios);
- Irmão do Jorel: personagem principal, irmão do Jorel ah, não acredito, jura? e cujo nome nunca é revelado durante os episódios. Assim como a Vovó Gigi, é fanático pelo Steve Magal e também pelo Homem Galinha;
- Tosh: cachorro falante da família;
- Gesonel: pato (falante também, claro) da Vovó Juju, famoso por ser considerado "o mestre dos disfarces" wuw!;
- Danúbio: outro pato falante da Vovó Juju;
- Fabrício: terceiro pato falante da Vovó Juju;

2-) Amigos e outros personagens (sem ordem específica):
- Lara: melhor amiga do irmão do Jorel, que gosta dele e sempre o chama berrando seu "apelido". É uma criança intensa e inteligente;
CURIOSIDADE: a voz da Lara também é apaixonante, e não é pra menos: é a mesma dubladora da Vovó Juju :D
- Ana Catarina: aluna da classe do irmão do Jorel, pela qual ele é totalmente apaixonado e que geralmente o ignora;
- Billy Doidão: aluno também da classe do irmão do Jorel, bem mais velho que os outros. É claramente aquele adolescente que já repetiu vários anos seguidos e fica na mesma série;
- Sid Vinícius: parte da "gangue" do Billy Doidão e que fica enchendo o saco do irmão do Jorel;
- Samanta: aluna da mesma escola dos anteriores. Superdesenvolvida, é representada como uma figura esverdeada assustadora e valentona;
- Professora Adelaide: professora da turma do irmão do Jorel;
- Dona Lola: diretora da escola Pônei Encantado, que implica com praticamente tudo o que fazem. Sua frase de efeito é "não pode!";
- Wonderley: faz-tudo que trabalha na escola e tem manias esquisitas;
- Roberto Perdigotto: ator (aparentemente amigo ou ex-amigo do Seu Edson) que trabalha para a Shostners & Shostners como apresentador e cospe em tudo e todos enquanto fala;
CURIOSIDADE: para quem não sabe, a definição de perdigoto é "salpico de saliva expelido enquanto alguém fala", daí a origem de seu nome.
- Dra. Suzana: diretora da Shostners & Shostners que vive criando planos para dominação, não do mundo, mas de algo que não fica claro :P
- William Shostners: garoto-prodígio que também é da classe do irmão do Jorel e desenvolve os produtos da Shostners & Shostners;
- Steve Magal: super ator de filmes de ação, que sempre aparece explodindo coisas ou fazendo entradas triunfais. Todos os filmes que ele protagoniza têm a palavra "brutal" no título. Seu nome foi claramente inspirado em Steven Seagal;
- Rambozo: palhaço-militar (ou militar-palhaço?) do exército da cidade. Lidera um exército de outros palhaços e seu nome, se não óbvio, é a junção de Rambo e Bozo;
- Carlos Felino: vocalista da banda Cuecas em Chamas (da qual Nico faz parte). Tende a dar gritos no final das frases, como bom vocalista de bandas de Metal;
- Seu Adelino: dono da venda do bairro, à qual o irmão do Jorel vai uma vez comprar refrigerante e — tentar — jogar fliperama;
- Rose: ajudante de serviços domésticos da casa da família do Jorel. Fala com sotaque aparentemente francês, embora seja um polvo gigante rosa (?);
- Zazá: cachorrinha de estimação da Vovó Gigi, que vive engolindo e cuspindo as coisas.


LISTA DE EPISÓDIOS

Episódio 1: O Fenomenal Capacete com Rodinhas
Episódio 2: Gangorras da Revolução
Episódio 3: Clube da Luta Livre
Episódio 4: Não Tenha Medo do seu Medo
Episódio 5: Jornal do Quintal
Episódio 6: O Mistério dos Bilhetinhos Ultra-Secretos
Episódio 7: A Perigosa Lambada Brutal
Episódio 8: A História Sem Começo, Meio e Fim
Episódio 9: Expressividade Máxima
Episódio 10: O Terrível Ataque dos Piolhos Mutantes
Episódio 11: Natureza Totalmente Selvagem
Episódio 12: Jornada Matinal Implacável
Episódio 13: Aterrorizante Vida Adulta
Episódio 14: Caneta de 250 Cores
Episódio 15: Embarque Nessa Onda
Episódio 16: Profissão Palhaço
 
OK James, tá tudo muito bom, tá tudo muito bem, mas cadê o raio dos episódios pra gente assistir?
Bom, eu bem que queria poder responder com certeza, mas:
1- Todos sabem (e se não sabem, deveriam) que o Vai Assistindo! não tem por objetivo disponibilizar downloads de nada, apenas informar sobre a obra e/ou analisá-la;
2- No tubo mais conhecido havia todos os episódios, porém eles foram gradualmente sumindo do ar por motivos absurdamente óbvios: direitos autorais. Não posso passar nenhum link, mas nada impede que você faça uma busca no próprio tubo do qual falei...

Se você possui assinatura de TV a cabo e tem o Cartoon Network entre os canais da grade de programação, pode tentar assistir às reprises. Não sei se elas ainda estão sendo exibidas, já que não sou muito de assistir televisão (salvo em casos como esse), sei apenas que recomendo com muita força que todos assistam Irmão do Jorel.
Muita gente deve torcer o nariz porque diz que "desenho é coisa de criança", então pra essas pessoas eu não tenho o que falar e nem ao menos vou tentar convencê-las do contrário. Não sendo o seu caso, corra atrás e assista para valorizar o que eu citei no início: uma (rara) obra nacional de qualidade!

Um comentário:

  1. Assisti todos os episódios e curti muito.
    Tb estou a espera de uma segunda temporada.

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.