21 de jun de 2014

To The Beautiful You

Ontem terminei de ver To The Beautiful You e aqui estou (ao som de SHINee e 2NE1 *-*) para avaliar este adorável kdrama. To The Beautiful You estreou em agosto de 2012, tendo ao todo 16 episódios. Se trata da última adaptação (até então) para televisão do mangá shoujo Hana Kimi (Hanazakari no Kimitachi e) da Hisaya Nakajo. Assim como Hana Yori Dango, é uma história que fez sucesso, recebendo 5 adaptações para a televisão. Conta basicamente a história de uma garota que se disfarça de menino para poder entrar numa escola somente para garotos onde seu ídolo dos esportes estuda. O rapaz em questão está desistindo da carreira e ela quer incentivá-lo e ajudá-lo o máximo possível para que ele não desista.

 ATENÇÃO, O TEXTO ABAIXO APRESENTA ALGUNS SPOILERS
(Caso não queira saber absolutamente nada dos acontecimentos deste dorama, não leia)

 


PRÓS

- O forte do To The Beautiful You é a diversão. Personagens bizarros e situações cômicas fazem qualquer um rir com praticamente todos os episódios. Excelente para quem quer descontrair;

- Também é muito bom para quem precisa sair do sedentarismo e praticar algum exercício com frequência. Os personagens correm, pulam, nadam, soam e sempre parecem tão saudáveis que te faz ter muita vontade de suar a camisa também e fazer alguma atividade física;

- Os efeitos visuais e a fotografia são belíssimos! Produção muito bem feita. O figurino também é bem legal, o uniforme dos estudantes, por exemplo, é lindo! É daquele tipo de dorama que o visual agrada logo de cara;

- Os atores são excessivamente simpáticos, carismáticos, engraçados e lindos. Sulli é uma fofa e prova que até como menino consegue ficar bela! Choi Minho não agrada muito no começo por ser todo sério, mas é só começar a sorrir que já derrete nosso coração. O que dizer do Lee Hyun Woo com aquele excesso absurdo de carisma e fofura? Impossível não gostar do personagem dele! Gostei muito de todos os personagens e todos os atores foram excelentes em seus respectivos papéis. Em Heartstrings por exemplo, odiava a Han Hee Joo e qualquer cena em que ela aparecia se tornavam maçantes para mim. Não senti isso por nenhum personagem do To The Beautiful You;

- Uma coisa bonita dos doramas é que na maioria das vezes os vilões aprendem a lição e largam a mão de chatices. Isso acontece nesse dorama e gostei muito disso, assim como gostei de todos os vilões. O colega invejoso, a patricinha que insiste em querer ficar com o cara que não gosta dela e o pai ausente, todos importantes para a história e todos aprendem a lição.

- A trilha sonora é bem legal. Para mim não chegou a marcar tanto quanto The Heirs e Boys Over Flowers, mas é muito bom;

- Poucos capítulos contribuem para que não haja tanta enrolação. Teve enrolação sim, mas não tanta quanto ocorre em outro kdramas. É uma história gostosa de se acompanhar e deixa muitas saudades quando chega ao final;

- O casal protagonista tem uma boa química e uma relação muito divertida. É adorável ver os dois juntos! Como de costume em kdramas, não há muitas cenas românticas, mas as poucas que tem são lindas;

- Foi legal também não haver toda uma polêmica por um menino dizer que gosta de outro menino, ao contrário do que muitas novelas brasileiras costumam fazer. Quando ele decide que gosta, ele gosta e pronto. E quando um amigo descobre, tanto faz. Não tem sensacionalismo. Simples assim. Em vez de polêmicas desnecessárias, nos renderam cenas super engraçadas e inesquecíveis;

- E o personagem mais querido, que deixou o dorama ainda melhor com sua magnífica presença:

 Alface, o cachorro mascote da escola. Divo.

CONTRAS

- Em vários doramas que assisti, o casal principal não fica junto logo de uma vez, sempre um acaba tendo que esperar um ano ou mais pelo outro. To The Beautiful You não fugiu desta regra. Não chega a ser desconcertante como o tempo que a Jan Di teve que esperar pelo Jun Pyo em BBF (4 anos!), mas mesmo assim irrita... Será que não percebem que é melhor deixar o casal juntos de uma vez do que separá-los? Por isso Personal Taste é tão lindo e romântico...;

- Também como diversos doramas, um personagem sumiu do nada. O engraçadíssimo Jong Min (Hwang Kwang Hee) que passava gloss labial toda hora simplesmente some e não aparece mais. E fez falta! Não achei porque o ator sumiu do dorama, se alguém souber deixe aí nos comentários;

- Um grande problema dos produtores dos kdramas é achar que a história vai acabar quando os protagonistas ficarem juntos. Mais uma vez cito Pesonal Taste, um dorama onde o casal não demora tanto para ficar juntos e também não se separam (pelo menos não por anos). Tae Joon e Jae Hee poderiam ter um tempinho maior juntos depois de revelado que ela é uma menina;

- O momento em que os alunos descobrem que ela é uma garota deixou muito a desejar. Poderia ser uma situação mais explorada;

- Personagens aleatórios que aparecem e não servem para muita coisa. Ok, a amiguinha de infância do Eun Kyul ao menos serviu para ele ter certeza de quem ele gostava, mas do que serviu o irmão trocado na maternidade da Jae Hee? E aquele amigo fotógrafo dela, tava lá pra quê mesmo? Ok que ambos são lindos e disso não reclamo, mas para a história ambos pouco acrescentaram coisa alguma.

Nota (0-10): 9,5
ABERTURA

Na voz das irmãs Krystal (f(x)) e Jessica (Girl's Generation).

OUTROS VÍDEOS


너란 말야 (U) - Taemin (SHINee). Caso você não saiba, Choi Minho (que interpretou o Tae Joon) é um dos integrantes do SHINee.


SOBRE A VERSÃO JAPONESA

Resolvi conferir o primeiro capítulo da versão japonesa de 2007, o Hanazakari no Kimitachi e logo após ver essa versão coreana. Não sei o que mais me incomodou: a produção mais ou menos, os atores feios, os exageros ou o "clima pesado". Acho que foi tudo mesmo! Produção mais ou menos e atores feios não me incomodaram tanto com Hana Yori Dango. Tanto que amei o segundo ano (e o primeiro achei uma chatice). Os exageros me incomodaram um pouco em Itazura Na Kissu: Love in Tokyo, pois não acredito que todas as expressões de animes possam ser passadas para a vida real sem ficarem retardadas. E muitas de fato ficam. Por isso há a necessidade de um limite, mas até que Love In Tokyo ficou bem legal e engraçado, apesar de alguns exageros. Já o "clima pesado" me refiro ao excesso de situações ruins, tristes e complicadas que os jdramas costumam ter. Um belo exemplo disso é o chatérrimo Majo No Jouken, que tem tanta coisa ruim , tem um clima tão carregado, que te desanima rapidamente. Ichi Rittoru é triste, mas tem situações belas e tem muitas cores quentes, o que deixa tudo mais aconchegante.

Hanazakari no Kimitachi e me pareceu ter de sobra todos esses quesitos que tanto detesto em jdramas. A produção não é lá grandes coisas, ainda mais se compararmos com To The Beautiful You (é até maldade comparar). Os atores são tão feios que incomodam, sério. Não sou bonita, mas isso não significa que eu goste de ficar vendo gente feia, chata e nonsense o tempo todo. O problema não é ser só feio, o problema é ser chato e nonsense também, justamente o que achei dos personagens desse dorama. Fora que tentaram tanto colocar um clima anime que ficou idiota. Sério, fiquei com vergonha alheia ao assistir. Forçaram a barra demais e muita coisa ficou boba ou simplesmente sem sentido. E quanto ao clima pesado, em To The beautiful You o colorido das roupas e dos cenários, o visual lindo por assim dizer chama a atenção imediatamente, assim como a educação dos personagens e as situações fofinhas. No Hana Kimi tudo é meio cinzento, tem gente agindo feito louca, moleque tendo relacionamento com várias garotas ao mesmo tempo e aquela sensação de que mais uma vez um jdrama está inferiorizando a mulher (algo que costumo sentir um pouco com certos jdramas e é bem explícito em diversos filmes japoneses)

E por que justamente o líder do dormitório das artes cênicas tem que ser afeminado? E como assim fazer maratona sendo que obviamente os que estarão mais preparados são os garotos do dormitório dos esportes? Pelo menos na versão coreana eles fazem a maratona porque TODOS são esportistas. Talvez os capítulos posteriores da versão japonesa tenham sido melhores, só sei que o primeiro não me animou nenhum pouco e não pretendo assistir. Melhor eu continuar com meu plano de ver Doctor Stranger ou Bride of the Century mesmo...

MAIS IMAGENS DO TO THE BEAUTIFUL YOU


Só a rapaziada... Não, pera!

Divertidos >.<

Mais uma vez: povo divertido!

Esbanjando simpatia...

Cenas legais do primeiro capítulo.

 Eu tive que colocar isso. Apenas tive.

Por hoje é só! Comentem nessa postagem hein! xD


Um comentário:

  1. Realmente vc não deveria falar mal de um dorama que não assistiu. HANA KIMI, sempre sera a melhor versão,e olha que nesses últimos 8 anos assistindo, J-dramas, tw-dramas, k-dramas, c-dramas, e live-action, nunca li uma review que fala-se tão mal assim de um dorama,

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.