19 de out de 2013

Kick Ass - Quebrando Tudo (Kick- Ass)

Título no Brasil: Kick-Ass - Quebrando Tudo
Título Original: Kick-Ass
País de Origem: EUA / Reino Unido
Gênero: Ação / Comédia
Tempo de Duração: 117 minutos
Ano de Lançamento: 2010
Estreia no Brasil: 18/06/2010
Estúdio/Distrib.: Universal Pictures
Direção: Matthew Vaughn

Elenco: Aaron Taylor-Johnson (Dave Lizweski / Kick-Ass), Garrett M. Brown (Mr. Lizewski), Elizabeth McGovern (Mrs. Lizewski), Nicolas Cage (Damon Macready / Big Daddy), Chloë Grace Moretz (Mindy Macready / Hit Girl), Clark Duke (Marty), Mark Strong (Frank D'Amico), Christopher Mintz-Plasse (Chris D'Amico / Red Mist), Lyndsy Fonseca (Katie Deauxma), Yancy Butler (Angie D'Amico), Evan Peters (Todd), [+].

Sinopse

O filme conta a vida de um adolescente atrapalhado, chamado Dave Lizeewski, que decide tornar-se um super-herói por influência das estórias em quadrinhos. Torna-se conhecido na mídia como "Kick-Ass", e motiva o surgimento de uma nova onda de super-heróis no país, na qual inclui-se Red Mist, que se torna seu "parceiro" no combate ao crime, o misterioso Big Daddy e sua filha Hit-Girl, que vivem um eletrizante dia-a-dia matando mafiosos. Porém, quando Frank D'Amico arma uma armadilha para os heróis, Kick-Ass deve provar que não são precisos poderes para ser um super-herói de verdade.

Vai Lendo!

Nesta crítica falarei apenas do filme, pois infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler a HQ já que não gosto de ler HQs e livros pelo computador, mas como tão cedo irei conseguir comprar o jeito vai ser ler pelo pc mesmo... Bom, não sou uma grande fã de filmes de super heróis. Gostava do Batman, mas depois do último filme, desanimei. Nunca gostei do Homem-Aranha (para mim o mais fraco e chato dos super heróis). Não conheço muito Lanterna Verde, Thor ou Capitão América (e nenhum nunca me interessou...). Os filmes do Homem de Ferro são bem legais, mas não acho o herói tão grande coisa assim (ui, narcisista, rico, mulherengo, inteligente... o guru de garotos de 13 anos ¬¬). Hulk, meh... Os únicos heróis que sempre apreciei são os X-Men. Cheguei a ler alguns HQs, vi alguns episódios de desenhos (antigos e novos) e assisti várias vezes todos os filmes. Eles são demais!

Watchmen para mim é superestimado. V de Vingança perdeu a graça depois que um bando de crianças decidiu sair por aí fazendo cartazes supostamente divertidos para tirarem fotos, publicarem no Facebook e dizerem que participaram das manifestações e que por isso são revolucionárias (tudo isso tragicamente com a máscara do Guy Fawkes). Quando fiquei sabendo do Kick Ass, fiquei meio "aah, mais um filme de herói...". Quando vi o trailer, no entanto, me animei muito. O jeito do filme, a trilha sonora, os personagens... Gostei muito de tudo! Mas mesmo assim permaneci com um pé atrás. Até assistir esse incrível filme.

Nice costume

Dirigido por Matthew Vaughn (X-Men: First Class e Stardust), Kick Ass já deixou o povo inquieto por causa do trailer violento e eletrizante. Um cara com uma fantasia esquisita? Uma garotinha pequena atirando, esfaqueando e batendo em bandidos que são o dobro do seu tamanho? Que filme é esse? Todo mundo pirou no trailer e eu também. Mas será que tinha uma história bacana? Sim, tinha. Aliás, muito bacana! Não é só violência sem propósito algum, só para causar impacto. Tem uma história envolvente, bem construída e muito interessante: pessoas que não suportam mais as maldades que acontecem no mundo, do crime absurdo e feroz que acaba com a vida e dignidade de muitas pessoas, decidem fazer algo para mudar tudo isso (ou pelo menos ajudar os outros). Como? Se vestem de super heróis e saem combatendo bandidos por aí! Isso mesmo: eles não tem poderes nenhum. Não voam, não são super fortes ou qualquer coisa do tipo. Simplesmente vestem a fantasia e saem por aí dando porrado nos criminosos. Mas não ao estilo do Watchmen (que para mim foi uma chatice...tirando a abertura do filme que é de arrepiar!), mas algo muito mais realístico e divertido!

The three assholes, laying into one guy while everybody else watches? And you wanna know what's wrong with me? Yeah, I'd rather die... so bring it on! (arrepio com essa fala u.u)

Kick Ass é um nerdão loser, mas extremamente bondoso e esforçado. Big Daddy e Hit Girl, treinados para matar, bons em porrada, excelentes com armas. Pai e filha combatem juntos o crime na cidade, ele com uma fantasia bem parecida com a do Batman (só que mais tosca) e ela com uma roupa invocada, uma máscara e uma peruca roxa (sua marca registrada!).  Um nerdão, um pai de família e uma pirralha. Um trio perfeito de super heróis, não?

O filme não usa supers, megas, masters efeitos especiais, pois afinal, ninguém ali tem poderes! E mesmo assim consegue ter cenas de ação incríveis! Claro, tem efeitos especiais sim, porém não tem ninguém voando pela estratosfera, soltando raios, brilhando e coisas do tipo. Kick Ass apanha muito (o que é engraçado), mas fica cada vez melhor, Biggy Dad é o badass e a melhor, apesar do filme ter o nome do Kick Ass, é a Hit Girl. Ela é demais! Muito mesmo! Uma garotinha esperta, sem frescuras, sem chatices e que sabe lutar pra caramba. Sem falar que a atriz escolhida para interpretá-la é maravilhosa. Chloë Moretz não é a típica atriz mirim americana, aquelas com rostinho de boneca e toda arrumadinha. Ela tem um rosto diferente, uma boca esquisita, uma carinha de invocada, voz meio rouca e tal. Mas é linda e atua muito bem! Não acredito que havia escolha melhor para o papel. Ela sabe ser durona, sem perder a graça e a fofura. 

Mindy, motherfucker.  

Também gostei muito do ator escolhido para interpretar o Kick Ass. Aaron Taylor-Johnson não tem a cara de bobão do moleque do Scott Pilgrim (filme que detestei, explico mais abaixo) e nem a cara de nada do ator do Zombieland. Ele é um adolescente nerd e não necessariamente um bobalhão (como esses outros filmes insistem em retratar os nerds). Ele é atrapalhado sim, inseguro e meio estranho. Mas não é um completo imbecil. Ele cresce, aprende, se esforça, mostra que é capaz. E o ator soube nos passar totalmente essa transição do personagem. Sua atuação é tranquila, sem forçar um esteriótipo ou se fazer de palhaço. Kick Ass nos surpreende! E o Nicolas Cage não estragou o filme, isso por si só já é espetacular! HAHA

 Nerdões nerdando numa loja nerd.

Estão no elenco também Evan Peters (o garoto do momento das fãs de American Horror Story), Lyndsy Fonseca (filha do Ted, no How I Met Your Mother), Mark Strong (O Espião que Sabia Demais, Sherlock Holmes) e Clark Duke (Frango Robô, The Office). Todos ótimos atores que souberam fluir do humor para o drama e voltar ao humor, de forma convincente e bem feita. 

Sobre a trilha sonora, bom, simplesmente sou fã da trilha sonora desse filme. Perfeita. As cenas de luta do Kick Ass ao som de The Prodigy, Hit Girl arrebentando enquanto ao fundo escutamos Joan Jett & The BlackheartsThe Dickies e o final fechando com The Pretty Reckless. Uma trilha sonora bem nerd e bem adolescente. Combina perfeitamente com todas as cenas e com o propósito do filme. Recomendo muito que você vá atrás da trilha sonora de Kick Ass.


No geral, esse filme é maravilhoso. Tem suas falhas sim, mas não grandes o suficiente para estragá-lo. Para você que está de saco cheio dos filmes de heróis convencionais e nunca assistiu Kick Ass, assista imediatamente! Por ter uma história legal e bem bolada, personagens carismáticos, cenas de ação perfeitas (como a Hit Girl atirando no escuro em FPS, como nos vídeo games *-* morri com isso), uma ótima direção, um fantástico figurino, uma boa fotografia e uma trilha sonora de arrebentar, Kick Ass é desde 2010 meu filme de super herói preferido! E ouvi dizer que o segundo está muito bom, assim que assisti-lo, irei publicar uma crítica sobre ele aqui no VA! Vá lá ver Kick Ass! Tá esperando o quê?

Nota (0-10): 9,2

TRAILER


CURIOSIDADES

Dos quadrinhos ao cinema: Kick Ass - Quebrando Tudo é a adaptação dos quadrinhos de Mark Millar & John Romita Jr. para o cinema.

Origens do projeto: Mark Millar conheceu Matthew Vaughn num evento social, mas só começaram a trabalhar juntos no projeto Thor (2011). Mais tarde, Matthew Vaughn queria saber se Mark Millar teria alguma ideia interessante para um filme batizado American Jesus que ele pretendia realizar. Enquanto conversavam, surgiu a ideia de fazer Kick Ass - Quebrando Tudo.

Um bom negócio: Depois de ter sido rejeitado por vários estúdios, Matthew Vaughn decidiu bancar o projeto através de um jantar de arrecadação. Depois de pronto, vendeu para a Universal por um valor maior do que tinha pedido anteriormente.

A escolha dos atores: O ator Joseph Gilgun chegou a ser convidado para o filme, mas teve que recusar por seu compromisso com a novela britânica "Emmerdale". Para o papel de Big Daddy, antes de Nicolas Cage pegar o papel, Daniel Craig e Mark Wahlberg foram cogitados.

Batman: Nicolas Cage disse que pegou o jeitão do personagem inspirado no Batman de Adam West, da famosa série de televisão.

Claudia Schiffer: Em cena, quando Kick Ass encontra pela primeira vez Hit Girl, é possível ver Big Daddy próximo a uma propaganda com Claudia Schiffer, modelo casada com o diretor do filme, Matthew Vaughn.

Uma aparição de luxo: Stan Lee, criador de diversos heróis da Marvel, aparece em uma pequena ponta, olhando as notícias do dia.

SOUNDTRACK
(Algumas músicas da trilha sonora)
minhas 4 favoritas





Por que, para mim, Kick Ass é melhor que Scott Pilgrim 

Tem nerds que gostam do Scott Pilgrim. Tem nerds que não gostam. E tem muita gente que apenas segue a modinha nerd e se diz fã número 1 do filme Scott Pilgrim, pois esse representa a essência nerd (essência essa que nem esse povo sabe o que é) e acham que gostar desse filme as tornará mais nerds. Fiquei doida para ver Scott Pilgrim quando foi lançado, pois havia gostado muito do trailer. Decepção. Afronta ao mundo nerd e aos próprios nerds. Um moleque babaca que se interessa por uma mina vadia cheia de pose e que para ficar com ela tem que, como um babaca, enfrentar os sete ex-namorados do mal dela. Sim, a história também é igualmente babaca. 

Para mim o filme mostrou isso: todos os garotos nerds são um bando de perdedores imbecis que só correm atrás das vadias (que dificilmente darão moral para eles e no geral, sempre os utilizam como meros capachos e renovadores de auto estima). Você se contenta com isso? Reconheço que tem muito nerd bobão, que ao contrário de outros grandes exemplos de nerds da vida real, serão sempre uns perdedores que irão morar com a mamãe até os 40 anos de idade e vão passar a vida correndo atrás de um ideal de garota que não existe até se contentarem e casarem com uma periguete qualquer (ou vão morrer rodeados de cachorros ou gatos). Mas tem nerds que são inteligentes o suficiente para viverem na vida real: sabem que o mundo não se resume a bandinhas de rock e minas vadias. Sabem que vão ter que trabalhar duro para terem o que querem e não vale a pena correr atrás de um ideal de mulher, mas sim dar valor a garotas de verdade, que estão aí lutando, estudando, trabalhando e são inteligentes de fato, não precisam fazer pose de badass e gostosona. Você é um nerd imbecil ou um nerd que sabe o quer e o que de fato será melhor para sua vida?

Enquanto isso, Kick Ass nos mostra um nerd bobão que acorda para a vida e toma alguma atitude. Não enxerga só a si mesmo e suas necessidades imbecis, mas ajuda os outros sem querer nada em troca. Kick Ass faz de fato algo útil, enquanto Scott Pilgrim tá lá correndo atrás da mina vadia. E, qual é, qual nerd que se preze que  nunca sonhou em ser um super herói? Ter sua própria fantasia e combater o crime do seu modo! Scott Pilgrim faz várias referências ao mundo nerd (até tem na trilha sonora músicas do Final Fantasy II e Zelda!), porém não sou daquelas que se impressionam fácil com uma referência aqui e outra ali e fico toda feliz por ter percebido e me achar mais nerd por isso. A história é o principal e nesse quesito, convenhamos, Kick Ass dá de 10 a 0 no Scott Pilgrim.

Um comentário:

  1. Esse filme é muito bom adoro!
    Ótima postagem bjs.
    http://www.querofilmesdahora.net

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.