11 de out de 2012

Cadê o terror na TV aberta?

Essa postagem foi uma sugestão do leitor Igor, aliás uma excelente sugestão! Muito obrigada Igor! Quem tiver sugestões para o blog é só entrar em contato conosco através do email: vaiassistindoterror@gmail.com ou por mensagem na fan page do VA no facebook. 



Quem nasceu de 1990 para baixo, sabe que a TV aberta já foi muito melhor no quesito terror. Aliás, em outros aspectos aqueles tempos eram mais "macabros": lendas de bonecas assassinas, punhal escondido dentro de bonecos e aquela coisa toda. Criança medrosa naqueles tempos sofria muito. hauhau Mas o mais legal, eram os filmes de terror.


Na antiga Bandeirantes, vivia passando filmes de mortos-vivos, principalmente nas sextas-feiras 13 e halloween. Confesso que era bem pequena na época, lembro que assistia muito filmes de zumbis (além do Super Market =P) na Bandeirantes (e sei, você também via Silvia Popovic!). Tinha também o Cine Trash, apresentado pelo Zé do Caixão e que exibia filmes como Re-Animator, Fome Animal, The Evil Dead e por aí vai.


Era pequena na época e por isso me lembro de pouca coisa, mas pedi a ajuda dos outros autores e o João do Caminhão relatou o que ele recorda do terror na tv aberta e sua opiniçao sobre o assunto:

O terror na TV aberta foi uma constante durante minha infância, era o auge da série Sexta-Feira 13, e curiosamente sempre que ocorria a data no nosso calendário, um dos filmes era reprisado na TV Globo.

O SBT por sua vez possuía os direitos de exibição do principal rival do psicopata Jason Vorhees, Freddy Krueger e sua Hora do Pesadelo, inclusive chegou a exibir alguns episódios durante a sua sessão de filmes à tarde (!!!), algo impensável nos dias de hoje. Ainda no SBT, era bastante comum a exibição de alguns filmes de ação italianos, que possuíam certos elementos de terror (até hoje não me esqueço da cena de decapitação no divertidíssimo e exagerado Caçadores de Atlântida).


Ali por meados de 96 comecei a acompanhar o Cine Trash sempre apresentado pelo nosso ilustre Zé do Caixão e suas maldições e acompanhado por suas ajudantes vestidas com trajes diminutos (pra alegria da gurizada a câmera sempre dava closes generosos nas moçoilas).


A farra da TV aberta durou até o finalzinho dos anos 90, foi então que da noite para o dia certo juiz carioca atentou para o que estava sendo exibido durante horários impróprios, e aí começou a imperar a era das classificações indicativas e cortes para adaptar as programações de televisão para horários específicos. E passa ano, vira ano as classificações acabam ficando cada vez mais rigorosas.

Acredito que para as emissoras de televisão deixou de ser lucrativo investir no nicho filmes de terror, pois além de ser necessário fazer uma edição no material adquirido para adaptar ao agrado dos censores e suas classificações indicativas, ainda correm o risco de ter o produto "congelado" e nunca aprovado para uma exibição. Lembrando que por mais que discordemos de certas políticas adotadas por emissoras, elas são empresas, e empresas visam lucro.

E se por um lado ficou mais difícil a vida das emissoras, por outro o acesso ao entretenimento nunca foi tão fácil graças ao barateamento da tecnologia. Lembro que quando era criança videocassete e TV colorida eram artigos de luxo, hoje por mais humilde que seja a residência (sem alusões a musica do Teló, por favor), é bastante comum você encontrar em tais casas televisores cada vez maiores (e finos). Aparelhos de exibição de DVDs hoje em dia podem ser inclusive comprados em supermercados a preços cada vez menores e em parcelas a perder de vista.

Sem contar os filmes em mídia pirata que você compra 3 por 10 reais, e se o filme não te agradar dá pra brincar de fresbee com o seu cachorro e ainda assim ter um prejuízo mínimo. Temos também a TV à cabo (e à gato também) e suas irmãs mais novas por satélite, e por fim não devemos esquecer o advento da internet, nem preciso entrar em detalhes sobre isso...

Então minha opinião é a seguinte: você não assiste mais a filmes de terror na TV aberta graças a censura e à facilidade por encontrar material sem cortes de formas alternativas, pois acredito que deixou de ser um negócio lucrativo para as emissoras de TV.



Você assiste uma vez e jamais esquece. (Dica: tem ele dublado inteiro no youtube).

Poxa, ele já falou tudo! hauahua Pois então minha galerinha, antes era assim, o terror era bem mais livre. E é engraçado notar como proibiram certos filmes por serem "violentos", mas novelas com cenas quase pornográficas e repletas de violência verbal e física, continuam sendo exibidas numa boa, em horário que a maioria das crianças brasileiras estão acordadas e pior: assistem tudo com os pais (ou até sozinhas mesmo!). Nenhum pouco contraditório. Concordo que certos filmes de terror são muito pesados, mas alguns são tranquilos e não precisavam passar só de madrugada.

Para você que nasceu depois de 1995, saiba que filme de terror bom passava de tarde mesmo, tranquilo. No Cinema em Casa, do SBT, chegou a passar A Bolha Assassina, A Hora do Pesadelo, O Ataque dos Vermes Malditos, Um Lobisomem Americano em Londres e por aí vai. Talvez os mais memoráveis sejam O Monstro no Armário e Aracnofobia. De noite, geralmente nas sextas-feiras 13, o SBT costumava exibir O Brinquedo Assassino. O legal era estar de tarde sozinha, assistindo SBT e de repente passar a propaganda do filme com o Chucky e o seu pelo rostinho endemoniado. Era muito amor. huahau

Na Bandeirantes, e não podia deixar isso de fora, também foi exibido entre 1989 à 1996 o famoso seriado Contos da Cripta, que teve um total de 93 episódios totalizando 7 temporadas. Segundo o Blog dos Velhinhos: A série foi originada de uma série de histórias em quadrinhos (Tales from the Crypt) com muito terror, suspense, magia negra e principalmente humor negro e macabro. Os episódios de 25min dão mais medo que os filmes de mutilação e tortura de hoje em dia e a risada no final do coveiro se divertindo com a desgraça ou burrice dos personagens da série fazia você gelar. Lembro de assistir alguns episódios e ter um leve medo do coveiro, mas ria litros com a risadinha dele.


Logo nos seus primeiros anos de vida, A Rede TV também começou a exibir bons filmes de terror, depois das 23:30. Lá por 2000/2001 me recordo de ficar até 1:30 da manhã assistindo Sexta-Feira 13 com o meu pai. Se não me engano, a Rede TV exibiu todos. Também passavam outros filmes de terror, mas não lembro muito bem quais. Nessa mesma época, a Record também começou a exibir alguns filmes de terror de noite, depois das nove ou dez horas da noite. Passaram até Uma Noite Alucinante 3 e Boneca Assassina (se não me engano). Até pouco tempo atrás, uma vez ou outra (quase raramente) a Record exibia alguns filmes de terror um pouco mais antigos. O SBT também passa um ou outro, de noite, depois das dez.

Na Record teve também (e você certamente irá se lembrar) a série de terror infantil Clube do Terror (Are You Afraid Of The Dark?) que lá por 2002/2003 passava no período da tarde, antes do Programa da Eliana (ou depois, não me lembro). Claro que para quem já era acostumado com terror, Clube do Terror era coisa bem bobinha (muito bobinha), mas não deixava de ser divertido! Já tinha uns 12, 13 anos naquela época e não perdia um episódio.




Encontrei um canal no Youtube com alguns episódios, clique aqui para conferir!

Hoje, infelizmente, praticamente poucos filmes de terror são exibidos em horário que a maioria da população ainda está acordada. E geralmente são filmes mais conhecidos e leves, como Anjos da Noite (que praticamente nem terror é!). Fora os filmes tosquíssimos de terror que são exibidos em outros canais no período da noite, só filmes que quase ninguém conhece. Ok, uma vez ou outra o SBT ainda exibe um filme de terror muito bom como O Exorcista ou O Brinquedo Assassino. Mas é raro, geralmente apenas em sexta-feira 13 e halloween (só que não sempre, como antigamente). Terror bom mesmo só passa de madrugada agora (e olhe lá). Segundo o leitor Igor, nesse ano já passaram no corujão: Lenda Urbana 3, O Albergue, Saw 3, Viagem Maldita, O Grito, Reencarnação, O Pacto, entre outros. Mas nada de passar Evil Dead, Um Lobisomem Americano em Londres, Re-Animator, os primeiros Hellraiser, A Profecia de 76...

É pessoal, hoje quem quer ver terror na tv tem que ter tv paga. Já se foi os tempos em que a tv aberta era puro terror. Hoje, na verdade, terror virou piada na televisão aberta... Mas bem, se você se lembra de mais algum detalhe legal da época em que eram exibidos mais filmes de terror, não deixe de comentar!  Abaixo deixo uma reportagem interessante sobre filmes de terror que encontrei no Youtube, do Globo Repórter de 1989. 


- Clique aqui e confira um especial sobre o Zé do Caixão que o João do Caminhão fez aqui no blog

- Clique aqui e confira um episódio dos Contos da Cripta no Medo B.

Obrigada Igor, por sugerir essa postagem!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.