21 de ago de 2012

Visões de um Crime (Faces in the Crowd)

Título no Brasil: Visões de um Crime
Título Original: Faces in the Crowd
País de Origem: EUA
Gênero: Suspense
Tempo de Duração: 105 min.
Ano de Lançamento: 2011
Estúdio/Distrib.: Voltage Pictures
Direção: Julien Magnat

Elenco: Milla Jovovich (Anna Merchant); Julian McMahon (Detetive Kerrest); David Atrakchi (Lanyon); Michael Shanks (Bryce); Sarah Wayne Callies (Francine); Sandrine Holt (Nina #6); Marianne Faithfull (Dr. Langenkamp); Valentina Vargas (Nina); Anthony Lemke (Bryce #3); Chris Kalhoon (Kerrest #2); David Ingram (Bryce #2); Medina Hahn (Nina #4). [+]

Sinopse: Após sobreviver ao ataque de um serial killer, uma mulher fica incapaz de reconhecer rostos. Isso a coloca em uma situação perigosa, uma vez que seu agressor quer matá-la, pois acredita que ela é a única testemunha que pode reconhecê-lo.

Vai Lendo!

Antes de começar, um breve momento informativo. Prosopagnosia (também conhecida como cegueira para feições) é um distúrbio verídico no qual a pessoa não possui, ou perde, a capacidade de reconhecer traços do rosto humano. O indivíduo, então, utiliza de artifícios secundários para reconhecer uma pessoa, como a cor do cabelo, a postura, as roupas e até o modo de andar. E em Visões de um Crime (cuja tradução correta seria "Rostos na Multidão"), a personagem de Milla Jovovich sofre um trauma com uma pancada e adquire essa disfunção, e como é um suspense, ela é a principal testemunha em um caso de serial killer, pois ela viu o rosto do assassino, e agora que não consegue distinguir mais ninguém pelo rosto, ele vai atrás dela. Sinceramente, a história tem bastante potencial, entretanto, não foi tão bem aproveitada. Se você espera um suspense sufocante, agoniante e com grandes reviravoltas então é melhor esquecer. Visões de um Crime (que nome horrível para o filme) entra na categoria dos "suspenses leves", que em muitos casos significa filme previsível e decepcionante.


Hoje estou com dor de cabeça, então não terá outras legendas. Ok?
Milla Jovovich nunca foi uma atriz excepcional para mim, porém, sempre a julguei competente. O maior problema de Milla é que ela tem escolhido muitos filmes fracos para protagonizar nos últimos tempos. Visões de um Crime é mais um deles. O enredo consegue criar uma pequena dúvida, porém, não é imprevisível, o que muda é se você vai descobrir a identidade do assassino no começo ou no meio do filme. Apenas isso. Nenhuma atuação destacável, a tensão é mau distribuída, os personagens são mau montados... Isso porque não estou levando em consideração que o serial killer chora após matar suas vítimas, afinal, nem todos são como Hannibal Lecter e Dexter Morgan. O fato é que é um suspense bem mais fraco do que se imagina. Claro que existem alguns momentos em que o filme funciona, mas na maior parte do tempo é "apenas" a personagem de Milla se adaptando a nova situação, e isso é um grande "quebra clima" (ponho desta forma pois não encontrei um termo mais apropriado).



Resumidamente, sem cometer spoiler, a Anna (personagem de Milla Jovovich), vê um assassinato, quase morre e adquire prosopagnosia. Sofrendo por não conseguir reconhecer nem o próprio rosto, ela procura se acostumar com a nova condição, enquanto o detetive do caso começa a se interessar por Anna... Enfim, só no último 1/4 do filme é que o assassino volta a ativa e vai atrás dela efetivamente. Isto, meus caros leitores, é toda a história de Visões de um Crime versão sem spoilers. Com esta ideia já dá até para imaginar se haverá um final pessimista ou otimista (vulgo triste ou feliz). O longa tenta ser misterioso e enigmático, já que o espectador tem que sentir a angústia de ver os personagens com um rosto novo a cada momento, porém, é pseudo elaborado. O enredo não é inteligente, e me desculpem por o que vem em seguida, mas terror pode ser bom sem ser inteligente, porém suspense não. Não quero criar uma discussão sobre isso, porém, convenhamos que não estou tão errado.



Visões de um Crime tem, ao meu ver, como mérito a sua originalidade, apesar de me lembrar bem superficialmente o suspense espanhol Os Olhos de Julia. Não vou revlamar dos atores, até porque a Milla Jovovich e Julian McMahon estão razoáveis, e o restante do elenco não chegam a ser ruins. Visões de um Crime promete algo e entrega outra coisa. Tem gente que não gosta, mas eu aprecio bastante um suspense sufocante que gera tanta tensão que o espectador fica tentado mudar de canal, mesmo sabendo que uma boa parte dos filmes assim geram finais frustrantes. Faltou um pouco mais de suspense da mesma forma que faltou um pouco mais de policial em Visões de um Crime (que poderia muito bem ser lançado no Brasil como Rostos na Multidão, ficaria bem mais interessante e coerente). O final não me agradou, tudo se resolveu apressadamente, pois focaram em algo que não necessitava a tanta atenção que deram, não é o melhor papel de Jovovich e nem chega a ter um suspense eficaz em seu clímax.

Nota (0-10): 4,5


Trailer

Um comentário:

  1. Assisti a este filme essa semana. Me decepcionou...o trailer conseguiu me enganar!
    Mesmo estando em fase de adaptação, convenhamos que ela foi muito lerdinha....não sei se eu sou neurótica demais, mas, dava para perceber nitidamente quando era o 'chorão'(xD) que estava próximo a ela. Achei muito nada a ver o assassino ser quem era. Esperava que fosse alguém que causaria mais impacto emocional. Sem contar com o final...eu já tinha até planejado um que, mesmo não sendo feliz, seria perfeito para o filme, na minha opinião, é claro. Só que foi totalmente o contrário....
    Enfim, eu esperava mais =/

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.