6 de ago de 2012

A Caverna (The Cave)

Título no Brasil: A Caverna
Título Original: The Cave
País de Origem: EUA
Gênero: Terror/Ação
Tempo de Duração: 97 min. 
Ano de Lançamento: 2005
Estúdio/Distrib.: Screen Gems
Direção: Bruce Hunt

Elenco: Cole Hauser (Jack McAllister); Lena Headey (Kathryn Jannings); Morris Chestnut (Top Buchanan); Eddie Cibrian (Tyler McAllister); Daniel Dae Kim (Alex Kim); Rick Ravanello (Briggs); Piper Perabo (Charlie); Kieran Darcy-Smith (Strode); Vlad Radescu (Dr. Bacovia). [+]

Sinopse: Na vasta floresta romena, um grupo de cientistas tropeça nas ruínas de uma Abadia do século XIII. Numa inspecção posterior, eles fazem uma descoberta surpreendente - a Abadia está construída sobre a entrada de um sistema de cavernas subterrâneas gigante. Os biólogos locais acreditam que pode existir um ecossitema por descobrir no interior da carverna, por isso contratam um grupo de exploradores americanos para os ajudar a investigar. Mas o que eles encontram nas cavernas não é só um novo ecossistema...

Veja Mais!

Apesar de saber, já pela capa, que seria um filme ruim, sempre alimentei uma estranha vontade de assistir A Caverna. Talvez por que muita gente confunde com Abismo do Medo? Talvez por lembrar o poster de O Ataque dos Vermes Malditos? Não sei, mas nada muda o fato de que o filme seja fraquinho, como a maioria das misturas dos gêneros ação e terror. O filme já não conta comum elenco notável (a não ser que você conte o Cole Hauser, que já trabalhou em Eclipse Mortal), a história, bem, a história é bem típica. Aliás, vou me corrigir. A trama é bem clichê mesmo. Um grupo de cientista/pesquisadores fazem uma descoberta, mandam uma equipe para coletar mais dados/investigar, ficam presos e tudo dá errado, pois não estão sozinhos. Francamente, esse resumo pode ser usado para simplificar muitos filmes de terror. A Caverna já começa com um grupo azarado que, em plena Guerra Fria, encontra o lugar mas acabam presos após um desmoronamento. Em seguida, um salto de trinta anos. O que aconteceu com o primeiro grupo? Um dos mistérios não tão misteriosos do longa, pois rapidamente é possível chegar a conclusão antes de ser revelada.

Alguns lugares jamais deveriam ser descobertos.
Com sequências de pouca luz, e passagens estreitas, com certeza um claustrofóbico vai conseguir sentir a tensão e o suspense de A Caverna. Aliás, os elementos subsolo e água são bem combinados para criar esse habitat hostil para humanos. Um dos poucos pontos positivos do filme, admito. O visual da caverna é bem bacana, apesar de não ser surpreendente. O que me lembra da inacreditável vitalidade do grupo. O pessoal foge dos monstrengos, escala, passa horas nadando e mergulhando, fazem pouquíssimas e rápidas paradas, e continuam com o mesmo pique. Tipo, eles estão numa caverna que permaneceu muito tempo lacrada. A quantidade de gases e minérios dispersos no ar deveriam dificultar a respiração, sem contar a umidade e o fato deles estarem na Romênia. No mínimo, a água deveria estar geladíssima. São alguns detalhes que põem a prova a credibilidade de um filme.

Bicho simpático...
A Caverna trabalha mais com a ação do que com o terror propriamente dito, aliás, eu acredito que suspense seria um gênero mais apropriado, mas só por ter monstros monstruosos fazendo monstruosidades de monstros já classificam como terror. Não quero fazer spoilers, mas usam tantos clichês que até mesmo utilizaram o famoso recurso do "cara infectado". isso tem relação com as criaturas que habitam aquele hades? Tem. Porém, não é regra que só por haver um agente biológico mutacional que é preciso ter o "cara infectado". Uma das poucas coisas que fogem dessa linha de previsibilidade é que o negro sobrevive, o que qualquer pessoa que assiste bastante filmes de horror sabe que é incomum em produções estadunidenses. Enfim, previsível em vários momentos, e nos demais nada surpreendente. O que mantém o espectador é apenas uma coisa: a curiosidade em saber se todos vão morrer de uma vez ou vão conseguir escapar. O restante é menos interessante.

Atuar pra quê? Basta fazer careta.
Os efeitos não são ruins. Houve toda uma preocupação com a estética do filme, porém, o que faltou foi um bom enredo. As criaturas estão muito legais, a caverna (como já disse) muito bem trabalhada... Mas faltou história. Botar um grupo dentro de um lugar mortal e mostrar eles tentando sair não é o suficiente, um monte de títulos já fizeram isso, claro que com locais e número de pessoas diferentes. Mas entrou no modele e não trabalhou o restante, o filme fica fraco. A Caverna é um filme ruim, não é péssimo, mas é ruim. Não tinha muito potencial, ainda fizeram um enredo clichê, com diálogos e tensões típicas,  e não aproveitaram totalmente o ambiente em que a história se passa. Poderiam ter feito um filme menos iluminado, ter exibido menos os monstros e explorarem o psicológico dos personagens. Um terror bem hollywoodiano que não fará nenhuma diferença se visto ou não.

Nota (0-10): 4 (pelo visual)

Trailer

Um comentário:

  1. Primeira coisa na qual reparei quando bati o olho: O Ataque dos Vermes Malditos 2.0 XD eauehauheauheauh Gostava daquele filme u_u Assistia muito na época em que o SBT exibia, inclusive baixei pouco tempo atrás - só não tive ânimo pra assistir ainda eauheuaheauh XD

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.