18 de jun de 2012

A Noite dos Mortos Vivos (The Night of the Living Dead)

Título no Brasil: A Noite dos Mortos Vivos
Título Original: The Night of the Living Dead
País de Origem: EUA
Gênero: Terror
Tempo de Duração: 92 min. 
Ano de Lançamento: 1990
Estúdio/Distrib.: Columbia Pictures
Direção: Tom Savini 


Elenco: Tony Todd (Ben); Patricia Tallman (Barbara); Tom Towles (Harry Cooper); McKee Anderson (Helen Cooper); Heather Mazur (Sarah Cooper); William Butler (Tom Landry); Katie Finneran (Judy Rose Larson); Bill Moseley (Johnnie). [+]


Sinopse: Sete estranhos ficam presos em uma isolada casa de fazenda enquanto zumbis canibais – despertados da morte por um teste radioativo no espaço – promovem um incansável ataque, matando (e comendo) qualquer um em seu caminho.

Vai Lendo!

Diferente de muitos, este remake foi escrito pelo próprio George Romero. O resultado não poderia ser diferente, e também graças aos investimentos amigáveis, a refilmagem de A Noite dos Mortos Vivos é muito bom, mesmo com as alterações feitas. Muitos afirmam que esta versão é tão boa quanto o original, porém é totalmente deficiente essa afirmação, pois ambos são ótimos, só que o primeiro continuará sendo sempre o melhor. 

Várias características foram mantidas, entretanto algumas das mais marcantes sofreram adaptações. Dessa vez Barbara não é uma inútil em estado de choque, nem Ben é o personagem mais sensato, aliás, Barbara assumiu essa característica no lugar dele. Tony Todd (de O Mistério de Candyman) está espetacular, ele e a Patricia Tallman realizam um show de interpretação louvável, enquanto o resto do elenco “não morto” também tem seus méritos.

Uma repaginada na maquiagem caiu bem.
A clássica briga pelo poder entre o babaca Sr Cooper e Ben está muito mais intensa, rendendo em discussões bem agressivas e até um conflito real. A maquiagem também merece destaque, porque além de bem realista e muito bem feita, é simples e realmente assustadora, dando mais intensidade ao terror que rodeia o abrigo. Não vou dizer que tudo me agradou, mas é inegável que os pontos fortes do remake são bem mais numerosos do que os defeitos.

Tom Savini soube interpretar a visão e o roteiro escrito por Romero, e isso é bem perceptível se compararmos a refilmagem com a trilogia clássica de George (A Noite, O Despertar e O Dia dos Mortos Vivos). A Noite dos Mortos Vivos é bem interessante de assistir, ainda mais se você já tiver visto o original de 1968, pois não só dá para fazer uma comparação legal, como também para analisar o porquê das alterações de acordo com a diferença cronológica entre eles.

Nota (0-10): 9

Trailer

5 comentários:

  1. Agora só tem postagem às segundas? Cadê o resto da equipe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Caique, tudo jóia? Olha, como comentei no twitter, esse mês está meio apertado para a equipe. Todos aqui trabalham e/ou estão estudando (e enfrentando o final de período). Então sim, o blog está meio parado mesmo. Mas em Julho voltaremos ao normal.

      Espero que possa compreender isso. Continue acompanhando o blog e obrigada por comentar!

      Excluir
  2. tony todd é um bom ator ?? sempre vejo pessoas comentando como ele é bom, mas eu nao posso me basear apenas na atuaçao dele em premonição, porque foi o único que vi com ele..e então ninne ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não se importar que eu responda, eu te direi.

      Tony Todd é um bom ator. Você pode vê-lo em A Rocha, Platoon, The Graves e, é claro, em O Mistério de Candyman. Não se atenha a breve aparição dele na franquia Premonição, pois como nesse remake, ele prova ser muito competente. Vale a pena conferir o trabalho dele.

      Excluir
  3. vi o filme de 1968 espero q esse seja realmente tão bom quanto

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.