23 de mai de 2012

A Colheita do Mal (The Reaping)

Título no Brasil: A Colheita do Mal
Título Original: The Reaping
País de Origem: EUA
Gênero: Terror
Classificação etária: 16 anos
Tempo de Duração: 96 minutos
Ano de Lançamento: 2006
Estréia no Brasil: 20/04/2007
Estúdio/Distrib.: Warner Bros.
Direção: Stephen Hopkins

Elenco: Hilary Swank (Katherine), David Morrissey (Doug), Idris Elba (Ben), AnnaSophia Robb (Loren McConnell), Stephen Rea (Father Costigan), William Ragsdale (Sheriff Cade), John McConnell (Mayor Brooks), David Jensen (Jim Wakeman), Yvonne Landry (Brynn Wakeman) Samuel Garland (William Wakeman), [+].

Sinopse

Katherine Winter (Hilary Swank) costumava ser uma missionária cristã que perdeu sua fé após ter sua família brutalmente assinada. Ela se torna mundialmente famosa por desmascarar falsos milagres. Até que ela é chamada numa pequena cidade em Louisiana onde, aparentemente, pragas bíblicas estão ocorrendo.

Vai Lendo!


Pelo nome e pela capa, imaginei que esse filme seria tosco. Antes de assisti-lo, estava enfrentando uma temporada de filmes de terror ruins. Só filmes toscos, um atrás do outro. Já estava começando a desistir de assistir filmes do gênero naquele ano, até que vi 'A Colheita do Mal'.    


Aí sim desisti de vez. Brincando. 'A Colheita do Mal' não é lá um grande filme, praticamente não tem terror, não dá medo e nem tem lá uma grandiosa história. Mas é legal, um pouquinho mais (só um pouquinho mesmo) que assistível. Tem bons atores, algumas cenas bem legais e uma história até bacana. Apenas duas coisas que estragam o filme: os efeitos especiais e a tentativa de ser "épico".


O rio de sangue, as feridas e até as vacas são feitas em CG. E não é algo "disfarçado" que só se olharmos com muita atenção que iremos perceber. Não. É nitidamente computação gráfica e feita toscamente. Custava encher um tanque com água com corante vermelho, fazer uma maquiagem mais caprichada e catar umas vaquinhas de verdade? A maioria dos filmes hoje são assim, até para fazer sangue utilizam CG. Resultado: tudo extremamente artificial. Fala que não tinha mais graça as gosmas, sangues, maquiagens bizarras e "fantasias" de borracha que utilizavam nos filmes antigos? Hoje cara vai lá, entope o filme de CG e acha que está arrasando. Tudo é tão artificial que fica sem graça e muitas vezes, tosco também.


O filme vai correndo tudo mais ou menos, porque apesar da história interessante, os efeitos visuais ruins te deixam meio incomodado. Até chegar no final. Você imagina "Ah, um filme desse, não tem lá uma grande produção, então não vão tentar nada grandioso. E é bom que fique assim, está legal". Mas eles querem ir mais além. Querem algo grandioso. Querem impressionar (como se as vacas em CG já não tivessem feito isso). Aí, meu caro, se prepare para o final. Junta os efeitos "ótimos" com uma tentativa de ser incrível e você já sabe o resultado. Exageraram e muito. Só faltou aparecer o Godzilla correndo atrás do Cloverfield (quem sabe ficaria até melhor...).

 
Tá aí um filme que começa muito bom, só vai piorando (e passando vergonha alheia) e termina de maneira questionável. Não achei podre, horrível e que perdi 96 minutos da minha vida assistindo. Como disse, tem bons atores, cenas legais e tudo mais. Até assisti de novo. Só que não é aquele tipo de filme que você compraria para guardar na sua coleção de filmes de terror. Se você acabou comprando sem querer, assista pelo menos os extras, alguns são até interessantes.

Nota (0-10): 6,5 (eu ia colocar 7, mas lembrando bem daquelas vacas...)

Trailer


Tenha uma ótima semana!

2 comentários:

  1. Falou tudo. A história é até bacaninha, mas o CG é horrível!

    ResponderExcluir
  2. Nota perfeita eu comprei esse filme a uns 2 anos atraz só pela presença da garotinha Anna Sophia Robb que pra mim é uma grande revelação.

    A História é bem bacana mas faltou um pouco mais de ambição da produtora para com o filme.

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.