12 de abr de 2012

Psicose (Psycho)


Título no Brasil: Psicose
Título Original: Psycho
País de Origem: EUA
Gênero: Suspense
Tempo de Duração: 109 min.
Ano de Lançamento: 1960
Estúdio/Distrib.: Paramount Pictures
Direção: Alfred Hitchcock 

Elenco: Anthony Perkins (Norman Bates); Janet Leigh (Marion Crane); Vera Miles (Lila Crane); John Gavin (Sam Loomis); Martin Balsam (Det. Milton Arbogast); John McIntire as (Xerife Al Chambers); Simon Oakland (Dr. Fred Richmond); Frank Albertson (Tom Cassidy). [+]

Sinopse: Secretária rouba 40 mil dólares para se casar. Durante a fuga, erra o caminho e chega em um velho motel, onde amavelmente atendida pelo dono, mas escuta a voz da mãe do rapaz, dizendo, que não deseja a presença de uma estranha. Mas o que ouve na verdade algo tão bizarro, que ela não poderia imaginar que não viveria para ver o dia seguinte.

Vai Lendo!

O maior título, e o mais famoso filme de Alfred Hitchcock, Psicose apresenta vários elementos marcantes e inúmeras curiosidades que estarão listadas mais no fim do post. Psicose é um clássico inegável realmente inteligente, não só pela trama bem escrita, mas pela elabora composição e construção dos personagens, em destaque o antagonista e perturbado Norman Bates, eternizado pela atuação de Anthony Perkins. Hitchcock não inova, reconstrói o modo de abordar um problema muito comum nos EUA: os assassinos em séries. O padrão Norman Bates é muito reproduzido até hoje, o que seria o serial killer perturbado e insano.


Você nunca mais esquecerá o Norman.
As atuações são boas, sem dúvidas, além de que é uma das pouquíssimas obras do diretor que beiram a linha entre suspense e o terror. Lembre-se que o filme é de 1960, e o impacto que a o filme causou foi bem grande, além do mais, até hoje possui uma certa força sobre aquele que o assiste, afinal,é um dos filmes mais famosos do mundo. Existe um certo humor negro, certa irreverência típica do diretor, que se manifestam de forma sutil e meio macabra, deve ser por isso que eu gosto tanto de Hitchcock. Janet Leigh está belíssima em seu breve, porém muito significativo papel de Marion Crane.


Motéis são sempre perigosos assim?
Psicose é incrível, e merecedor de toda a sua reputação. Sem dúvidas um dos filmes que eu super recomendo, mesmo para quem diz não gostar de filmes em preto e branco, pois o final não é 100% feliz (como era imposto na época pela censura otimista) e realmente causa uma certa preocupação em sua última cena. Ver o esquisito Norman manifestando total perda da sua sanidade ao incorporar definitivamente a personalidade de sua mãe ao seu ser, é ver para crer e entender essa cena. Óbvio que tem alguns clichês persistentes, como o clássico casal romântico e o triunfo da justiça, mesmo que fique em dúvida o real destino que o assassino teve.


Cenas eternas.
Não apenas vale a pena assisti-lo, como acho obrigatório ter contato com essa obra prima do cinema. Psicose tem muita influência no terror e no suspense, se tornando não só uma referência no gênero, mas uma referência cinematográfica. Se o filme não fosse tão bom, você não o reconheceria sem tê-lo assistido antes, tudo graças às inúmeras menções feitas pelas diversas mídias. Se você ainda não teve a oportunidade, melhor não perder tempo e conferir, pois esse não pertence ao grupo de filmes que costumam decepcionar quem vê.

Nota (0-10): 10

Trailer


Curiosidades

- Em 1998 foi lançado um remake de Psicose. 

- Psicose foi filmado em preto e branco porque Hitchcock temia que a cena do chuveiro ficasse chocante demais, com o vermelho do sangue. 

- A tradicional aparição de Hitchcock, neste filme, acontece durante aproximadamente quatro minutos, do lado de fora do escritório em que Marion trabalha, e ele está usando um chapéu de cowboy. 

- Janet Leigh não estava nua na famosa cena do chuveiro: ela usava uma roupa colante à pele. Uma dublê de corpo também foi utilizada. 

- O som das facadas, nesta mesma cena, na realidade é o som de um melão sendo esfaqueado. 

- O sangue desta mesma cena é, na verdade, calda de chocolate. 

- O chuveiro que se vê filmado de baixo para cima na realidade tinha dois metros de diâmetro, - para que a câmera captasse os jatos d'água com maior intensidade. 

- A cena do chuveiro demorou sete dias para ser filmada, e utilizou 70 diferentes posições de câmera. 

- Esta mesma cena é uma das mais famosas e satirizadas na história do cinema. 

- Hitchcock recebeu uma carta de um pai enfurecido, dizendo que sua filha, apavorada, recusava-se a entrar no chuveiro, após ver o filme. Hitchcock respondeu à carta, sugerindo ao pai que levasse a garota para uma lavagem a seco. 

- Psicose é o primeiro filme da história do cinema americano a focalizar um vaso sanitário dando descarga, o que era considerado de mau gosto, na época. 

- Houve três sequências: Psicose 2 foi lançada em 1983, Psicose 3 em 1986, e o capítulo final foi lançado em 1990. Houve também um especial chamado Bates Motel em 1987 e um remake em 1998.

4 comentários:

  1. Absolutamente AMO esse filme! *-*
    Tenho a coleção completa aqui em casa... Mas logicamente, o primeiro é supremo! Nota 10 mesmo! ;)

    ResponderExcluir
  2. Altamente recomendado, ótimo filme.

    ResponderExcluir
  3. Quem falar que é ruim eu dou um soco!

    ResponderExcluir
  4. Eu quero assistir, mas não encontro em lugar algum!! Alguém pode me ajudar???

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.