12 de mar de 2012

A Aldeia dos Condenados (Village of the Damned)

Título no Brasil: A Aldeia dos Condenados
Título Original: Village of the Damned
País de Origem: Reino Unido
Gênero: Terror
Tempo de Duração: 77 min. 
Ano de Lançamento: 1960
Estúdio/Distrib.: MGM
Direção: Wolf Rilla 

Elenco: George Sanders (Gordon Zellaby); Barbara Shelley (Anthea Zellaby); Martin Stephens (David Zellaby); Michael Gwynn (Alan Bernard); Laurence Naismith (Doutor Willers); Richard Warner (Harrington); Jenny Laird (Sra. Harrington). [+]

Sinopse: Em uma pequena cidade da Inglaterra todas as pessoas, de forma inexplicável, desmaiam por algumas horas. Dois meses depois do acontecido todas as mulheres com possibilidade de ter filhos ficam grávidas. Quando as crianças nascem elas se revelam extremamente inteligentes e com traços desconhecidos da raça humana, sugerindo serem alienígenas.

Vai Lendo!

Algo bem incomum acontece nos anos 60: crianças passam a ser muito perigosas e temíveis. O que hoje isso já é um clichê considerável, quando estrelou A Aldeia dos Condenados eu nem sequer imagino a reação daquele público moralizado e conservador ao assistir aquilo. Proposta interessante, porém caí nas emboscadas de produção, como atuações um tanto artificiais, diálogos pouco naturais e os clássicos clichês que transbordam os títulos desse período. Mesmo com as falhas consideráveis, o filme é bom e é um clássico notável, não chega a ser um grande filme, mas tem seu peso.


“Nunca gostei de crianças mesmo.”
Baseada numa obra literária de mesmo nome, o filme aparenta ser bem medíocre, e visualmente é mesmo, entretanto a chave mestra é o roteiro bem escrito. Mesmo com o tempo de duração relativamente curto, é incabível dizer que a trama é fraca, e lhe digo o porquê, o filme utilizou tudo que a sua época dispunha para ser realizado sem cometer erros hediondos, não abusou de efeitos e aproveitou os cenários. É um longa simples, porém bem bacana de se comparar com os filmes atuais e, de novo, chegar a conclusão de como tem faltado conteúdo no cinema hoje em dia.


Estranho? Que nada...
Como já falei, um ponto fraco são as atuações. Não quero desmerecer nenhum ator, porém o elenco tem um desempenho duvidoso e pouco realista, fornecendo aquela sensação incomoda de falsidade. Sim, algumas atuações são estranhamente forçadas, mas mesmo assim dá para encarar o desafio de assisti-lo, pois há quem salve a película, entre eles o ator mirim Martin Stephens. O desempenho do elenco infantil é notável, porém a maioria não surpreendente, o mesmo vale para os efeitos especiais simples. Aliás, a utilização de tais artifícios foi bem administrada.


Ótimo roteiro, já as atuações...
A Aldeia dos Condenados é um clássico esquecido, e não chega a se enquadrar no Cult, porém tem vários méritos. É uma pena que não seja tão conhecido quanto sua refilmagem (que também não é de se jogar fora), pois o filme não é nem um pouco ruim. Sinceramente, é um título bem interessante, não só vale apena assistir como também é recomendado para quem gosta de terror e/ou de filmes antigos. Garanto que algumas pessoas irão se surpreender com essa produção da década de 60, este longa é mesmo memorável.

Nota (0-10): 8

Trailer

Um comentário:

  1. Ótimo filme! Gostei bastante da refilmagem também mas o primeiro tem um charme todo especial. Vale demais a pena tirar umas horinhas para apreciar esse clássico. ;)

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.