13 de fev de 2012

O Homem do Planeta X (The Man from Planet X)

Título no Brasil: O Homem do Planeta X
Título Original: The Man from Planet X
País de Origem: EUA
Gênero: Terror/Ficção Científica
Tempo de Duração: 70 min. 
Ano de Lançamento: 1951
Estúdio/Distrib.: United Artist
Direção: Edgar G. Ulmer 

Elenco: Robert Clarke (John Lawrence); Margaret Field (Enid Elliot); Raymond Bond (Professor Elliot); William Schallert (Dr. Mears); Roy Engel (Tommy); Charles Davis (homem das docas); Gilbert Fallman (Dr. Robert Blane); David Ormont (Inspetor Porter). [+]

Sinopse: O jornalista norte-americano John Lawrence fica sabendo sobre um estranho planeta (apelidado de "Planeta X") que se aproxima da órbita da Terra. Ele vai até uma ilha pantanosa da Escócia se encontrar com seu amigo, o professor Elliot, que já está no local, pois o mesmo foi identificado como o ponto de maior aproximação do Planeta X e deseja observá-lo. Após se encontrar com o professor, sua filha e o assistente ambicioso Dr. Mears, Lawrence investiga a área e acaba por descobrir uma nave espacial e o alienígena que a pilota. O estranho ser parece precisar de auxílio e a princípio se mostra amistoso. Mas logo se descobrirá suas verdadeiras intenções.

Vai Lendo!

O Homem do Planeta X é um cúmulo do trash, e dessa vez eu tenho que admitir que se trate de um filme ruim até para o período em que foi lançado. As atuações são bem fracas, os efeitos são realmente toscos, o roteiro é hiper básico e simplificado, e digo isso tanto para o gênero terror quando para o ficção científica. Mesmo havendo várias inspirações posteriores a partir desse título, lamento em dizer que a qualidade dele é péssima, mas não chega a ser um exemplar totalmente dispensável, possivelmente assistível, mesmo sendo rídiculo.


Tiozinho bonito...
Há discussões sobre esse filme ser ou não de terror, e pelo que vi nada o impede de anexá-lo ao grupo. A proposta peculiar não é o problema, muito menos o diretor, mas sim da própria indústria cinematográfica da época, disponibilizando baixos investimentos e interesse na produção. O que eles não contavam era o sucesso que acarretou o filme, pois o tema estava bem na moda nessa década. Mas mesmo assim, O Homem do Planeta X não chega a ser o melhor exemplar dessa safra, apenas oportunista ou conveniente.


E ninguém aparenta realmente estar preocupado.
Não há muito que argumentar sobre o filme porque a história é tão má explorada que o risco é enorme de cometer spoilers acidentais. A mensagem final da obra é claramente otimista apesar de tentar se disfarçar com um leve mistério sobre as reais intenções do visitante extraterrestre. Vários clichês são utilizados exageradamente, tornando o filme previsível e um pouco cansativo, e sei que deve haver algum mérito para esse título, porém, não creio que sejam cabíveis como filme terror.


Nave compacta. Deve ser modelo econômico.
Até certo ponto é interessante assistir, mas vai exigir uma paciência que muitas pessoas não têm para filmes antigos, e dessa vez a culpa é realmente do filme. A quantidade de “defeitos especiais” o impede de atingir limite aceitável para o gênero trash ou série B, cabe a você decidir se realmente está disposto a enfrentar tal experiência. Falei bem mal de O Homem do Planeta X, entretanto ele não é um lixo total espacial, é ruim, mas não é totalmente um desperdício como ficção científica.

Nota (0-10): 4

Trailer


Curiosidades 

- Os filmes Invasores de Marte, A Guerra dos Mundos e O Monstro do Ártico (The Thing from Another World) foram produzidos e lançados no mesmo período que O Homem do Planeta X. 

- O Dia que a Terra Parou foi produzido simultaneamente com esse filme, estreando seis meses depois. 

- No filme, o alienígena se comunica através de sons musicais, tal recurso foi aproveitado em Contatos Imediatos do Terceiro Grau, de Spielberg.

3 comentários:

  1. O Site esta com Malware, esta bloqueando a pagina do VA

    ResponderExcluir
  2. Blog com Malware corrijam por favor

    ResponderExcluir
  3. Vlw por avisar pessoal! Era a capa da apostagem Filha do Mal. Estou corrigindo o problemaa, se continuar, me avisem! Obrigada!

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.