3 de fev de 2012

A Metade Negra (The Dark Half)



Título original: The Dark Half
País de origem: EUA
Data de lançamento: 1993
Tempo de duração: 122 minutos
Direção: George A. Romero
Roteiro: George A. Romero
Elenco: Timothy Hutton, Amy Madigan, Michael Rooker, Julie Harris, Robert Joy, Kent Broadhurst, Beth Grant

Sinopse

Um autor em crise de identidade. Chantagens, assassinatos, suspense fazem parte deste filme que reúne dois ícones do Terror: Romero e King.

Vai Lendo !!



Alguns profissionais deixam de ser apenas um nome no letreiro ou na capa de um livro e tornam-se ícones verdadeiras lendas, que mesmo habitando em nosso mundo tem seus nomes elevados a outro patamar existencial. Este é o caso de George Romero e Stephen King.


Um é o criador de um gênero de Terror na telona, os filmes de zumbis. O outro é um dos maiores, senão o maior, autor de livros de Terror da historia. Os dois já haviam trabalhado juntos no filme Creepshow em 1982, e Romero já havia feito outras menções as obras de King em outros filmes, por exemplo em O Dia dos Mortos.


O filme conta a historia de Thad Beaumont um escritor de renome que divide seu tempo escrevendo livros “sérios” que agradam a critica e lhe dão grande projeção e livros populares e violentos que retratam as aventuras de um assassino, estes escritos com o pseudônimo George Stark.


Tudo vai bem até que Thad começa a ser chantageado por um jornalista que descobre a verdade e começa a fazer ameaças. Para se preservar Thad escolhe “matar e enterrar” Stark, é neste momento que assassinatos estranhos começam a acontecer.



Algumas pessoas dizem que as adaptações para o cinema dos livros de Kings nunca são boas, tenho que concordar em parte com esta afirmação (por exemplo, A Purificação De Salém de 2004) e A Metade Negra também não escapa ilesa desta critica. Em alguns momentos podemos observar uma adaptação quase literal do romance, em outros temos que fazer um esforço para estabelecer a relação entre livro / filme.


Efeitos especiais e uma atmosfera de suspense conseguem segurar o filme, mas em alguns momentos o enredo se torna um pouco confuso, demandando uma atenção extra do espectador.


Um dos fatores que mais atrapalha é a atuação de Timothy Hutton que oscila de momentos muito bons a momentos muito ruins, o que interfere um pouco no produto final.


Talvez essa tenha sido a razão para o filme não decolar e Romero entrou em um período de sete anos sem produzir nada, voltando a dirigir com o filme A Máscara do Terror.


Trailer:



Curiosidades:


- O nome George Stark é uma homenagem ao Serial Killer Charles Starkweather;


- King disse que parte do enredo do livro é autobiográfico com eventos inspirados quando ele usava o pseudônimo de Richard Bachman'


Nota: 6,5

Um comentário:

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.