30 de set de 2011

Os Dedos da Morte (The Beast with Five Fingers)

Título no Brasil: Os Dedos da Morte
Título Original: The Beast with Five Fingers
País de Origem: EUA
Gênero: Terror
Tempo de Duração: 86 min.
Ano de Lançamento: 1946
Estúdio/Distrib.: Warner Bros
Direção: Robert Florey 

Elenco: Robert Alda (Bruce Conrad); Andrea King (Julie Holden); Peter Lorre(Hilary Cummins); Victor Francen (Francis Ingram); J. Carrol Naish (Comissário Ovidio Castanio); Charles Dingle (Raymond Arlington); John Alvin (Donald Arlington); David Hoffman (Duprex).[+]

Sinopse: Um milionário morre após sofrer um estranho acidente, deixando toda a sua fortuna para sua enfermeira. Na manhã seguinte, os moradores da mansão decidem investigar o túmulo, descobrindo que o morto está sem uma das mãos.

Vai Lendo!


Não exijo que todo mundo veja e adore filmes de terrores antigos e em preto e branco, mas acho que seria muito interessante se entrassem em contato com estas obras para entender não só a evolução do cinema, mas como era a sociedade e da onde que são retiradas as várias referências de outros programas, e da nossa própria cultura, seja ela Pop ou Cult. Os Dedos da Morte é um filme que inicialmente parece tosco, porém, ele é mais do que se espera.



Lembra do Mãozinha da Família Addams? Inspirado daqui.
Em Os Dedos da Morte, além de várias gracinhas lançadas pelo personagem Conrad e por outros para amenizar o clima, há vários momentos que hoje em dia são mais cômicos do que realmente tem intenção de serem. Quem acha que esse filme é uma piada de 88 minutos esta totalmente errado, pois sua trama e personagens são muito bem desenvolvidos, e acima de tudo, seu desfecho é imprevisível e surpreendente, pois engana muito bem o espectador, principalmente aqueles que não prestam a atenção aos detalhes.



Tem tudo para ser ruim, mas é bom.
Claro que estamos falando de um filme de 1946, então é mais do que óbvio que vários clichês vão ser apresentados. Não digo que todas, mas boa parte do elenco tem um desempenho medonho e convincente, em destaque o esquisito do Peter Lorre, que certamente é um ator de mérito e destaque naquela época, e ainda um dos grandes nomes da história do cinema. Lógico que também não estou falando que Os Dedos da Morte é um clássico de qualidade indiscutível, ou algo parecido, pois também não é para tanto.


É uma história limitada, mas o importante são os estados dos personagens.
Como tudo na vida, nada é perfeito. O filme tem seus defeitos sim, aliás, são defeitos de média relevância, como alguns comentários mais do que óbvios ou desnecessários, porém não quero desmotivar ninguém de assisti-lo, pois é um filme até que bonzinho e merece ser visto. Repetindo, não obrigo a ninguém a gostar de nada, porém acho não só educativo, mas como também enriquecedor ter contato com obras assim. Quem se interessar, dê uma chance para Os Dedos da Morte e se surpreenda.

Nota(0-10): 7,5

Trailer

Um comentário:

  1. Adorei esse filme ele passa varias vezes no TCM meu muito bom pela época. Bom Trabalho VA

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.