12 de set de 2011

O Orfanato (El Orfanato)

Título Original: El Orfanato
País de Origem: México / Espanha
Classificação etária: 14 anos
Tempo de Duração: 100 minutos
Ano de Lançamento: 2007
Estréia no Brasil: 07/03/2008
Estúdio/Distrib.: California Filmes
Direção: Juan Antonio Bayona

Elenco: Belén Rueda (Laura), Fernando Cayo (Carlos), Roger Príncep (Simón), Mabel Rivera (Pilar), Montserrat Carulla (Benigna), Andrés Gertrúdix (Enrique), Edgar Vivar (Balaban), Óscar Casas (Tomás) e Georgina Avellaneda (Rita). 

Sinopse: Laura (Belén Rueda) retorna à casa onde fora criada e decide transformá-la em um orfanato. Problemas começam quando o filho de Laura começa a fazer amigos imaginários. A nova vizinhança desperta a imaginação de seu filho, que começa a se deixar levar por jogos de fantasias cada vez mais intensos. Estes jogos vão inquietando Laura até um ponto que chega a pensar que existe algo na casa que está ameaçando sua família. A escalada de estranhos acontecimentos farão com que ela busque a ajuda de parapsicólogos. 

Caro leitor,

Hoje tem mais uma postagem dupla! Lembram das postagens do Atividade Paranormal e Deixe-me Entrar? Pois então, a de hoje segue a mesma linha. Crítica do DiMarte e minha (Ninne). Confira:



Vai Lendo! por DiMarte

Produzido por Guillermo del Toro (Hellboy), O Orfanato é um filme com uma intensa trama psicológica, recheada de mistérios, atividades sobrenaturais e personagens complexos. Sei que muitos visualizam o cinema espanhol como apelativo, mas este filme é brilhante. Não vou puxar o saco do del Toro, mas O Orfanato foi realmente bem feito, sendo um dos melhores suspenses que eu já tive a honra de assistir.

Olha, uma crian...what?
O filme, nos primeiros minutos, parece que vai se tornar um drama, entretanto, conforme vão ocorrendo mudanças no pequeno e eventos estranhos vão acontecendo, temos até a expectativa de que será um filme de terror. Como todo bom suspense, o filme é envolvente e sabe se manter interessante até o final, sem apelar e nem perder o foco central. A trama consegue ser agonizante, mas suave, ao ponto de mexer e controlar as suas emoções.

É incrível que todo filme de assombração tenha um médium.
Não gosto de fazer spoilers, portanto só direi que a história é comovente e triste. O filme nos oferece uma dupla interpretação de seu final e seu enredo. A trama não é tão previsível, aliás, quando visto pela primeira vez, é totalmente descontrolada e enigmática. Dá para adivinhar seu desfecho, entretanto, apenas quando muita coisa já se passou, e o desfecho se aproxima.

Um filme de causar inveja nos EUA.
O Orfanato soube unir de forma harmoniosa seus elementos, o tornando um filme pesado e, ao mesmo tempo, leve. É o tipo de filme que humilha muitas superproduções estadunidenses, não digo que seja original ou criativa, mas pelo menos soube ser produzida e escrita. O cinema espanhol tem se demonstrado bem competente, e tem conquistado o meu sincero respeito, pois os orçamentos são quase sempre bem investidos, resultando em tramas intensas e surpreendentes.

Vai Lendo! por Ninne

Já faz um bom tempo que vi esse filme (coloca tempo nisso!). Não me lembro de muitos detalhes, então infelizmente creio que essa minha crítica será bem pobre em relação as que costumo fazer aqui (não que as outras sejam ótimas, mas pelo menos são mais detalhadas). 


Confesso que ao começar assistir achei que O Orfanato seria uma droga. Não sei porque pensei isso, acho que não fui com a cara da atriz ou sei lá o quê. Mas o filme mudou minha opinião drástica e rapidamente. O suspense do filme é ótimo, os cenários e figurinos também ficaram perfeitos! Imaginei que fosse um filme espanhol apelativo ou fraco, mal feito. Grande engano o meu, El Orfanato é genial!

 Fiquei com raiva desse pivete...

 O suspense ficou na medida certa, sem ser fraco de mais e ao mesmo tempo sem ter uma quantidade exagerada dos típicos sustinhos de filmes desse gênero. As atuações são ótimas e a história não é previsível, sendo aliás, um tanto quanto triste. Lembro de ter assistido esse filme umas duas vezes e saí indicando pra todo mundo! Naquela época ainda não tinha criado o Vai Assistindo, mas se tivesse, com certeza já teria postado uma crítica enorme aqui.


Mesmo que os filmes americanos de terror e suspense tenham um maior destaque e preferência internacional, El Orfanato conseguiu fazer sucesso. Não fez tanto sucesso quanto REC, porém não passou despercebido, pelos menos não aqui no Brasil. O filme não é difícil de achar pra alugar ou comprar, então recomendo que se ainda não assistiu, assista logo! Como fã de terror/suspense você tem que ter El Orfanato na sua lista de filmes vistos.

Nota (0-10): 9 (nota minha e do DiMarte).

Trailer 




Curiosidade: Pra você que não sabia, o ator Edgar Vivar que interpretou o prof. Leo Bálaban (que vai na casa da família com a médium e um outro cara), é o 'Seu Barriga' do Chavez. =P Interessante citar isso, pois acabei de encontrar uma notícia de que ele, Edgar Vivar, desembarcou hoje (12/09/2011) no aeroporto Internacional de Guarulhos . Clique aqui pra ver a notícia (ele está bem diferente do que estava no filme...claro né, já se passou um tempinho Capitã Óbvia).

Boa semana pra vocês e sigam-nos no Twitter: DiMarte | Ninne | Vai Assistindo!

8 comentários:

  1. Uma pequena curiosidade que talvez deixe vcs putos(com raiva)O orfanato ganhará um REMAKE.
    Gostei bastante da critica, fiquei com muita vontade de assistir.
    Agora é só esperar o remake (talves um merdinha - como de costume). O Diretor será Mark Pellington, mesmo diretor do Mothman Prophecies.

    ResponderExcluir
  2. Esse filme é muito bom mesmo. Sempre gostei do cinema de horror espanhol. E pra variar os americanos pretendem fazer uma refilmagem.

    ResponderExcluir
  3. É bom, ter o trailer legendado! :DD
    Fiquei curioso, vou assisti-lo mas tarde. :}

    ResponderExcluir
  4. Esse filme é mais um dos que pra mim confirma que o cinema de terror espanhol está bebendo lindamente do cinema japonês [mas do jeito certo, ao contrário do americano... ¬¬].

    ResponderExcluir
  5. Esse Filme me lembra o game The Rule Of Rose

    ResponderExcluir
  6. O filme é ótimo, tem sua pitada de suspense, sustos, e o mais importante, a história é boa e bem contada! Apesar de nao gostar de drama, me surpreendi com esse filme. Eu recomendo! Parabéns ao site, na minha busca por boas sugestões em filmes, tem sido nº1.

    ResponderExcluir
  7. Este filme é simplesmente lindo. Não vejo defeitos. Uma trama bem elaborada, começo, meio e fim. Prende. Drama e suspense bem balanceados, enfim... Faltam-me palavras para manifestar minha admiração pelo longa. E, confesso: assisti pela primeira vez e já fui logo recomendar aos amigos, também! shuashsauh Fiz todos assistirem, 100% de aprovação! ^-^ Adoro muito, faz parte da minha coleção! :D

    Aliás, aproveito para deixar um parecer: conheci o site Vai Assistindo pouco tempo atrás (a.k.a. ontem -q), durante uma pesquisa no Google sobre o filme Shutter (versão tailandesa, que amo!). Estou lendo TODAS as postagens como se não houvesse amanhã o/ rsrsrs Adorei! Parabéns! *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada!

      *-* Obrigada por acompanhar nosso blog e mais ainda por comentar nas postagens! *o*

      Espero que o VA continue te agradando xD

      Excluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.