29 de jul de 2011

A Maldição (Thinner)

Título no Brasil: A Maldição
Título Original: Thinner
País de Origem: EUA
Gênero: Terror
Tempo de Duração: 92 min.
Ano de Lançamento: 1996
Estúdio/Distrib.: Paramount Pictures
Direção: Tom Holland 

Elenco: Robert John Burke (Billy Halleck); Joe Mantegna (Richie Ginelli); Lucinda Jenney (Heidi Halleck); Michael Constantine (Tadzu Lempke); Kari Wuhrer (Gina Lempke); Bethany Joy Galeotti (Linda Halleck); Terence Kava (Gabe Lempke). [+]

Sinopse: Billy Halleck é um advogado influente, que livrou recentemente o mafioso Richie Ginelli da prisão. Billy leva uma vida perfeita, com exceção da dificuldade em emagrecer. Um dia ele atropela uma cigana e, devido a isto, é lançado contra si uma maldição que fará com que emagreça cada vez mais, até morrer. Logo sua família acredita que ele está doente, mas não sabem como ajudá-lo. Apenas Richie acredita na história da maldição e tenta de alguma forma ajudá-lo.

Vai Lendo!

Os fãs de Stephen King já devem ter notado que esse filme é mais uma adaptação de um livro dele, A Maldição do Cigano, para ser mais preciso. Devo admitir que a história é simples, mas sabe prender a atenção até o fim, com reviravoltas na trama e personagens bem elaborados. Não é uma grande produção, mas tem uma história interessante.

Adivinha qual deles é o Billy.
O filme em si é razoável, não chega a ser apelativo e nem muito complexo, é a sua simplicidade que o torna interessante. Em A Maldição, o foco central é as alterações que o protagonista Billy sofre durante o desenrolar dos fatos, não só as físicas, mas como também em seu caráter. Não é um filme de dar medo e sustos, mas dá o que pensar e refletir, fazendo com que nós fiquemos mais preocupados em como a história irá acabar.

Ciganos: jogando pragas desde os primórdios dos filmes de terror.
Como qualquer adaptação, não é perfeita, possuindo falhas. As atuações em geral são boas, a trama é bem explorada. Sei que disse que o filme sabe nos segurar, mas é mais por curiosidade do que por envolvimento, essa é uma das falhas dele.

Anorexia? Não, maldição.
O filme faz várias transições do cômico para o sério, o que o torna questionável. A parte trágica acaba um pouco desfocada, dando a impressão de que a situação muda muito tarde, deixando a sensação de um desfecho muito rápido. A trama é boa, só que foi interpretada de um modo que o suavizou demais.

Nota (0-10): 6

Trailer

3 comentários:

  1. vc poderia colocar o link p/ download ne

    ResponderExcluir
  2. Rodrigo, o Vai Assistindo não é um site para downloads. Aqui criticamos os filmes, colocamos os trailers deles e coisas do tipo. O máximo que fazemos por aqui é recomendar um ou outro site para download de filmes ou trilha sonora (isso apenas algumas vezes).


    Sobre a postagem, a hsitória é mto interessante! Parece mesmo ser um filme bem simples, mas gostei da história. + um na minha lista de filmes q preciso assistir.

    ResponderExcluir
  3. Eu li o livro. É muito bom, mas nem tive muita vontade de ver o filme inteiro. Assisti só um pouquinho. Mudaram muitas coisas.

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.