29 de abr de 2011

Dylan Dog – O Detetive do Pesadelo


Dylan Dog – O Detetive do Pesadelo


Este ano estréia o filme “Dylan Dog – Dead od Night” o que poucos sabem é que ele é personagem de uma conhecida revista em quadrinhos italiana. Durante muitos anos adolescentes e adultos de todo o mundo deixaram suas noites mais pavorosas lendo histórias em quadrinhos. Hoje estamos inaugurando uma sessão no Vai Assistindo destinada aos clássicos de terror em HQ e para esta edição de estréia: Dylan Dog.



Vai Lendo !

A Bonelli Comics é uma editora italiana que publica títulos de grande sucesso a décadas entre elas Tex, Zagor, Martin Mistere, Nathan Never, Nick Raider e outros.

Em outubro de 1986 é lançada uma nova linha com temática pouco explorada pela editora, sua principal temática eram os HQs de faroeste, ela resolve explorar o mundo do paranormal e lança o selo “Dylan Dog - L´indagatore dell´incubo”.

As aventuras de Dylan Dog têm como pano de fundo a cidade de Londres, ele mora na 7 Craven Road, embora o detetive viaje por todo o mundo ele nunca se desloca de avião preferindo viajar de trem ou de navio.

O detetive sofre de claustrofobia e acrofobia, é vegetariano, toca clarinete e sempre se veste da
mesma forma, camisa vermelha, blaser preto e jeans, odeia equipamentos modernos e é amante de filmes de terror.

O jovem detetive iniciou sua carreira na Scotland Yard, deixando a instituição para se dedicar em tempo integral aos casos paranormais em investigações paranormais, não raramente lindas mulheres com quem Dylan também tece relacionamentos amorosos.

Como em quase todo selo da Bonelli, Dylan Dog também tem um companheiro, aqui representado pelo cômico Groucho, um sósia de Groucho Marx, mas que não consegue fazer uma piada engraçada. No filme este personagem foi substituído por um morto vivo.

Como todo grande herói Dylan Dog também tem um arquiinimigo, o Dr. Xabaras – anagrama da palavra Abraxas, um cientista e ocultista que sempre acaba por se confrontar com o detetive.

Embora com uma temática interessante e uma boa proposta, em minha opinião, a opção por tentar tornar a história mais “leve” com o emprego de comédia acaba por desvirtuar um pouco o foco. Penso que sem a presença de Groucho e com uma temática mais sombria a série seria muito melhor.

A edição especial “Dylan Dog & Martin Mystère – Última Parada: Pesadelo” é para mim a melhor história do detetive do pesadelo. Aqui no Brasil ela foi lançada pela editora Record e pode ser encontrada em sebos.

O título ainda está sendo publicado na Itália, com edições mensais e republicações, com bastante sucesso. No Brasil as aventuras do Detetive do Pesadelo já foram publicadas pelas editoras Record, Globo, Conrad e Mythos, infelizmente má divulgação, material das revistas com qualidade duvidosa e preços desproporcionais acabaram por cancelar o título em todas elas.

Como disse anteriormente, o título tem alguns pontos baixos (sobretudo as participações de Groucho) mas vale a pena conferir este clássico italiano das HQ.

Devo confessar também que conhecendo a HQ e tendo assistido ao trailer postado esta semana pela Ninne estou com sérias dúvidas se vou assistir ao longa, já pelo trailer já se pode notar que a história tomou outro rumo.

Boa Leitura Crianças !!!!

4 comentários:

  1. Então, pesquisando trailers de filmes que vão estrear esse ano, achei esse Dylan Dog. Não sabia que era baseado em um HQ.

    O trailer ñ me animou nenhum pouco...ñ achei interessante. Por outro lado, o HQ parece ser legal. Pena que deve ser difícil de encontrar por aqui...

    Ótima postagem e uma ótima nova categoria para o VA. xD

    ResponderExcluir
  2. Ninne,

    Atulamente a linha está cancelada, como todos os bons HQ de terror, mas você consegue encontrar com certa facilidade nos sebos da vida.

    O trailer não anima mesmo, ainda mais conhecendo a HQ original.

    Obrigado pelo elogio.

    :)

    ResponderExcluir
  3. Li apenas o primeiro gibi da série lançada aqui pela Editora Mythos.
    Merecem destaque ainda as belas capas de Mike Mignola.
    Achei o personagem bem estruturado e carismático.
    Se o tom do filme for mais atenuado, realmente será decepcionante.
    Mas é esperar para ver.
    Até mais.

    ResponderExcluir
  4. olá galera, ouvi falar que os direitos para a publicação no Brasil de Dylan Dog foram adquiridos novamente de recente por uma editora que vai lançar os gibis com a mesma qualidade das edições italianas. yupiiiii !!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.