25 de jun de 2010

Contatos de 4° Grau (The Fourth Kind)

Título no Brasil: Contatos de 4º Grau
Título Original: The Fourth Kind
País de Origem: EUA / Reino Unido
Gênero: Suspense
Tempo de Duração: 98 minutos
Ano de Lançamento: 2009
Estréia no Brasil: 01/01/2010
Estúdio/Distrib.: Imagem Filmes
Direção: Olatunde Osunsanmi

Elenco:
Milla Jovovich (Abbey Tyler), Will Patton (Sheriff August), Hakeem Kae-Kazim (Awolowa Odusami), Corey Johnson (Tommy Fisher), Enzo Cilenti (Scott Stracinsky), Elias Koteas (Abel Campos), Eric Loren (Deputy Ryan), Mia McKenna-Bruce (Ashley Tyler), Raphael Coleman (Ronnie Tyler), Daphne Alexander (Theresa), Alisha Seaton (Cindy Stracinski), Tyne Rafaeli (Sarah Fisher), Sarah Houghton (Jessica), Julian Vergov (Will Tyler).


Sinopse


Contatos de Quarto Grau é um thriller provocativo ambientado em uma pequena cidade do Alasca, onde misteriosamente desde a década de 60 todos os anos são registrados um grande número de desaparecimentos. Apesar das diversas investigações do FBI, a verdade nunca foi revelada. Quando a psicóloga Dra. Abigail Tyler (/Milla Jovovich/) começa a gravar suas sessões com pacientes traumatizados acaba descobrindo as mais perturbadoras evidencias de abduções alienígenas, jamais reveladas ao público. Veja os fatos documentados por filmagens reais e tire suas conclusões.


Antes de ler a crítica, uma breve explicação =P

Bom gente, faz praticamente um mês que não posto aqui no blog. Mas finalmente voltei. Não esqueci de algumas pequenas mudanças que tenho que fazer por aqui (como acrescentar mais um mascote). Também não esqueci dos comentários e emails. Li todos eles, porém infelizmente não estava com tempo para responder todos. Os vídeos amadores também não foram esquecidos e semana que vem já publico mais um por aqui. Agradeço a todos pelos comentários, emails e por seguirem e acompanharem o blog. Eu não estava por aqui, mas o blog não ficou parado! A equipe do VA cuidou muito bem do blog, publicando postagens excelentes sobre filmes muito legais e interessantes ! Então continuem acompanhando o VA! \o/

Agora segue a crítica sobre o Contatos de 4° Grau postagem que está quase um mês nos rascunhos esperando ser publicada....

 
Vai Lendo!
(Contém SPOILER)

Há um tempo fiquei sabendo da existência desse filme atrávés do Medo B. Assisti o trailer e confesso que somente ele já me deixou com muito medo culpa daquela maldita coruja. Fiquei animada pra ver o filme no cinema, que ia estreiar em janeiro. Mas aqui na minha cidade, as coisas são um pouquinho mais complicadas. O filme passou em apenas um horário (de noite) e somente em uma semana. Quando fiquei sabendo que ele estava passando, já tinha parado de passar. ¬¬ Acontece que era férias, e eles resolveram dar maior destaque para os filmes do Lula e da Xuxa. Então, não consegui assistir no cinema.



Porém, esses dias finalmente consegui assistir o filme. E achei muito bom! Na minha opinião, é até um pouco assustador. Só achei desnecessário a fala da Milla Jojovich no inicio e a do diretor no final. Tentaram fazer com que a história do filme parecesse mais real, porém ao meu ver, só contribuiu para que todos desconfiassem ainda mais da veracidade da história.



Mesmo assim muita gente acreditou que era verdade. E tem como acreditar mesmo. Na época antes do lançamento, um site viral criado pela própria distribuidora do filme lançou várias informações sobre a Dra. Abigail Tyler, como se fossem verdade. A atriz que interpreta a Dr. Abigail Tyler não tem o nome divulgado nos créditos finais e a alternância entre as supostas imagens reais e as cenas do filme reforçam a ideia de que tudo realmente aconteceu.



A questão meus amiguinhos, não querendo estragar a graça, mas para aqueles que acreditaram em tudo e ficaram morrendo de medo de corujas alienígenas, a verdade é que nada daquilo aconteceu. A única parte verdadeira dessa história foram os desaparecimentos. Realmente entre os anos de 1960 e 2004, mais de 20 pessoas desapareceram ou morreram em Nome, Alaska. O FBI foi para a cidade e chegaram a conclusão que esses sumiços e mortes misteriosas ocorreram por causa do consumo excessivo de álcool e um duro clima invernal. Nada sobre extraterrestres ou coisas do tipo.



A misteriosa Dra. Abigail Tyler, que aparece com uma cara fantasmagórica alguns dizem ser ela o próprio extraterrestre sendo entrevistada pelo diretor do filme, na verdade se chama Charlotte Milchard e inclusive possui um site, que você pode acessar clicando aqui.



Portanto, nenhuma daquelas gravações são reais. Gente incorporando E.T, nave chegando próxima da casa, coruja olhuda... nada daquilo é verdade galere! Realmente pessoas sumiram. O FBI diz ser por causa da bebida + frio, outros acham que foram extraterrestres mesmo. Quanto essa parte da história eu não sei. Mas que aquelas gravações não são reais e que não existe nenhuma Dra. Abigail Tyler, isso já foi provado.



Tirando essa questão de ser ou não real, como disse anteriormente, gostei do filme e pode ser até um pouco assustador. Os lances de câmera ficaram ótimos e algumas atuações foram excelentes. Sem falar que mesmo não sendo verdade, o filme nos deixa intrigados, fazendo perguntarmos se existe ou não vida inteligente fora da terra e se de alguma forma extraterrestres já entraram em contato conosco.

Nota (0-10): 8,0

Trailer




Curiosidades


- O título original The Fourth Kind é uma referência ao trabalho do cientista J. Allen Hynek envolvendo a descoberta de objetos extra-terrestres;

- De acordo com o material promocional distribuído pela Universal Pictures, Contatos de 4º Grau é baseado nas entrevistas realizadas pela psicóloga Abigail Tyler em Nome, Alasca. Entretanto Jan Mays, funcionário do governo do Alasca, declarou que não há nenhuma pessoa com este nome licenciada para trabalhar em qualquer função no estado;

- Ron Adler, CEO e diretor do Alaska Psychiatric Institute, e Denise Dillard, presidente da Associação de Psicologia do Alasca, declararam jamais ter ouvido falar de Abigail Tyler;

- Os jornais Alaska Psychiatric Journal e Alaska News Archive descobriram que Abigail foi criada pelos produtores um mês antes do lançamento do filme nos cinemas americanos, incluindo em seu histórico a publicação de diversos artigos que jamais foram escritos;

- A Universal Pictures se recusou a debater Contatos de 4º Grau com a imprensa e os habitantes do Alasca;

- Durante os créditos finais, são lidos e ouvidos diversos depoimentos em rádios ou ligações telefônicas, em datas e locais diferentes, de testemunhas, declarando ter tido encontros de diversos graus com extra-terrestres.

Fontes: Adoro Cinema e CUB Brasil.


OBS: Lendo os comentários dos leitores, lembrei de duas coisas que me deixaram com raiva nesse filme (além das falas iniciais da Milla Jovovich e do diretor):

1- O fato do policial não acreditar nela. Ficou forçado e muito clichê. Aquela velha história de não acreditarem numa pessoa e no final acabam se ferrando ou condenando um inocente.

2- No começo, as cenas "reais" ao lado da "simulação" estavam chatas. Ao decorrer do filme ficaram interessantes, mas o começo é chato mesmo.

Obrigada leitores, vocês me fizeram lembrar destes dois pequenos detalhes. Eu realmente não me lembrava (já que vi o filme a mais de um mês atrás...).

12 comentários:

  1. Eu achei esse filme meio sem vergonha, toda aquela ladainha da Milla Jovovich fazendo aquele discurso no inicio do filme, declarações de história real, o site falso, achei tudo de um sensacionalismo absurdo.

    Apesar disso, o filme tem algumas boas cenas, como as das gravações das vozes e aquela da levitação me deu arrepiozinho na espinha.
    Mas particularmente não é um filme que pretendo ver de novo.

    Mas de qualquer forma é bom ter você de volta, já tava me sentindo meio orfão e pensando em fazer um motim para tomar conta da casa (hehehe brincadeira).

    ResponderExcluir
  2. Bom,nunca vi o filme,achava que seria horrivel,por outras criticas q vi na internet,mas agora vou tentar assistir. Nao gosto mto de filmes d terror "baseados em fatos reais",pq sei q a maioria deles e' mentira (embora alguns tenham acontecido mesmo ,como "Os Estranhos" e "Wolf Creek"). Na maioria das vzs essa jogada soa mto falsa,tentando deixar o filme mais assustador e fazer mais sucesso,e na grande maioria das vzs serve so' para atrair publico ,mesmo. Mas deve valer a pena por ser um pouco assustador,e' dificil um filme de terror dar medo hoje em dia. E tbem senti sua saudade,ninne,o blog nao foi a mesma coisa sem vc. Gosto das postagens d td mundo,mas prefiro as suas pq acho q vc analisa um pouco melhor os filmes,sem levar em conta fatores externos (gosto dos outros,gostos pessoais quanto a um ator X,etc). Portanto,espero q vc consiga arranjar um tempo para postar mais coisas no blog no futuro.

    Ah e',vou revelar agora como consegui ver tantos filmes d terror asiaticos,mesmo poucos deles sendo faceis d achar no Brasil. Havia uma locadora do lado da minha casa que tinha varios filmes orientais,sejam eles os q chegaram aqui,ou outros disponiveis apenas em area 1,o DVD feito nos EUA q possui bem mais variedade d titulos. Como meu DVD e' aberto para filmes de areas estrangeiras,td entrou sem problemas.Eu tbem via no youtube,embora jurei depois q nunca mais o faria,pq os filmes ficavam meio chatos,mtas vezes com problemas d som,e ver um filme no PC nem chega perto d ver na TV. Depois de me mudar para os EUA,consegui achar uma loja especializada em filmes orientais,e aluga-los por la. Alem de comprar os DVDs pela internet. Ou seja: no fundo,oq eu tive foi mta sorte,mesmo xD

    ResponderExcluir
  3. Bem vinda de volta Ninne, digo por todos sem medo de errar que estavamos com saudades.

    Assisti esse filme a alguns meses, pessoalmente não sou grande fã de filmes baseados em fatos reais (eu costumo dizer que a realidade é chata!), mas como esse filme estava sendo muito comentado na epoca resolvi assisti-lo. Sinceramente eu achei o filme meio chato, com todo esse lance de misturar as filmagens com as gravações que deveriam ser reais. Lembro que achei estranho os ETs do filme serem uma mistura de ET com Diabo ou o que quer que seja. Por vezes parecia uma especie de "O Exorcista" com explicação extra planetaria.

    Quando terminei de assistir o filme resolvi buscar algo sobre a ate então história real, em meio as minhas buscas me distrai e deixei pra lá já que não achei o filme grande coisa, e apenas hoje fiquei sabendo por você dessa fraude. Isso é em minha opinião uma grande falta de carater e profissionalismo por parte dos produtores do filme, assim como por parte dos atores, ao jurarem ser verdade a história meia boca que alguem resolveu escrever.

    É um filme fraco, e devido a isso para que ele pudesse ter um minimo de destaque era necessário apelar, a forma encontrada pelos produtores foi mentir para o publico, absoluta falta de respeito a meu modo de ver.

    Um abraço a todos !

    ResponderExcluir
  4. João do caminhão

    A cenas iniciais e finais com a Milla e o diretor falando realmente ficaram chatas. Sinceramente achei desnecessárias e idiotas.

    Tbm ñ creio que seja um filme pra ser assistido várias vezes, mas ele é bem feito e interessante. Não foi porcamente filmado, nem tem atuações ao estilo Malhação (embora achei a atuação da "Dra. Abigail Tyler" fraca d+), então devido a tudo, resolvi dar a nota q dei.

    Sem falar que acho interessante filmes sobre ET's em q ñ apareçam "homenzinhos verdes" de olhos grandes e pretos. =P

    shuahsuahsuashuhsua
    obrigada! xD
    Vou tentar ficar o mais presente ossível aqui no blog nesse final de mês e no mês de Julho tbm

    ResponderExcluir
  5. gabriel

    Então, li mtas criticas ruins na net tbm. Mas ñ achei o filme horrível ñ... Realmente tem umas cenas desnecessárias e forçam d+ para que acreditemos na história, entretanto, como disse acima, ele é bem feito e interessante. Ainda mais interessante para aqueles que acham legais assuntos sobre extraterrestres por exemplo.

    Só não ache que será um grande filme, pois não é. Tbm ñ espere por sustos enormes, pois estes não irão ocrrer. Algumas cenas estranhas podem deixar com medo, assim como toda a história dos ET's. Mas não se trata de um terrorzão...=P

    Muito obrigada gabriel! huahuahau Fico feliz em saber que sentiram minha falta! ^^ Tbm aprecio mto os seus comentários. Tem bons argumentos e sempre cheios de observações e informações interessantes. Esteja sempre por aqui comentando e discutindo com a gente! xD

    nossa...huahuahua...queria morar aí! huahuahua Aqui é mto difícil achar filmes orientais ou muito antigos. =/ Por isso ñ vejo tantos, mas quando aparece algum q possa ser bom, assisto e escrevo sobre ele aqui no VA. ^^

    ResponderExcluir
  6. Leckard

    Quanto tempo! huahuahua
    obrigada!

    Tbm não curto muito filmes q dizem ser baseados em fatos reais. Quando falam isso, até procuro saber se é mesmo. E foi o q eu fiz com esse Contatos de 4° Grau. Ou seja, quando assisti já tinha noção de q ñ era verdade.

    Tbm achei um pouco chato no inicio, mas dpois ficou interessante. Acho que foi pela história, mesmo ñ sendo real, deixa qualquer um pensando no assunto.

    Sobre tudo o que os produtores fizeram para que acreditássemos q se tratava de uma história real, realmente forçaram mto dessa vez...mas ñ acho que tenha sido uma total falta de respeito. A Bruxa de Blair por exemplo, "enganou" várias pessoas na época, q acreditaram que a história era 100% verdadeira. O fato de parecer ser real é o que tornou o filme muito mais assustador. Vendo assim, é até divertido, pois vc sente mto mais medo se achar q aquilo aconteceu mesmo. A mesma coisa ocorreu com Atividade Paranormal, e no começo de "O Massacre da Serra Elétrica" tem até o suposto vídeo dos policiais entrando na casa dos Hewitt. Enganar as pessoas lógico q ñ é legal...mas é cinema, e poucos filmes assustam de verdad hj...então vejo q eles tentam de tudo. E de qualquer maneira, com a internet, mentiras assim ñ duram mto tempo. Acho que foi a falta de respeito foi mais com os habitantes da cidade de Nome do que com o resto dos espectadores. Pois pode ter deixado uma impressão para alguns, talvez, de que os moradores de lá são lunáticos ou mentirosos.

    Enfim, fora isso, a história dos ET's, achei legal. É interessante pensar no assunto. O filme realmente tem diversos pontos fracos e certamente eu não assistiria muitas vezes. Mas acho que vale a pena conferir e tirar suas proprias conclusões.

    ResponderExcluir
  7. Vcs me fizeram lembrar de duas coisas q não gostei no filme (acrescentei os motivos no final), e então decidi baixar um pouco a nota q dei pra ele.

    Já q é um filme q divide opiniões (frase clichê mas tá vlendo), quem já assistiu, dê a sua nota para o filme. ^^

    ResponderExcluir
  8. Ninne, assisti ontem (finalmente!). Minhas impressões a seguir (comentário gigante, sorry :P)

    Eu ainda tô meio que digerindo o filme, sei lá...
    Não gostei mesmo de ficarem o tempo todo alternando entre as filmagens "reais" e o filme, parece que ficavam o tempo todo jogando na cara "ó, a gente tá fazendo igualzinho, viu?". Além do quê, tira o foco de uma das cenas em si e a outra acaba se tornando meio dispensável. Podiam ter feito tudo alternando entre as cenas, e não dividindo a tela. Ou nem alternar, fazer tudo só de um jeito ou do outro.

    *spoilers a seguir!!!*

    Eu gostei dos momentos mais tensos do filme, onde o povo fica "possuído" (realmente parece uma coisa meio "O OVNI Exorcista"), começa a levitar e arreganha a boca no maior estilo A Múmia. Além de ser em momentos meio inesperados, as cenas por si só são tensas e fizeram de um jeito legal e não apelativo.
    A parte negativa foi terem usado aquele efeito de estática, acho que deviam ter deixado levemente chiado ou nem colocar nada, as cenas iam ficar mais impactantes. Principalmente a parte onde aparece o OVNI enorme em cima da casa e onde o primeiro cara é abduzido.

    O desentendimento entre a Dra. Abigail e o policial foi colocado só pra "ter um personagem irritante que todo mundo quer ver morrer, mas de quem fica com pena no final".

    Gostei do uso da coruja, acho aquele tipo de coruja bonito pra caramba! Mas acho que exploraram pouco o lado "sombrio" da referência a ela, pelo menos eu entendi aquilo como um bicho cujo formato da cabeça lembra o de um ET (inclusive com os olhos em forma de "gota"). Acho que o povo abduzido usava a coruja como referência porque era a única coisa "racional" com a qual podiam fazer qualquer ligação.

    Isso de usar tática de "baseado em fatos reais" hoje em dia já tá tão, mas TÃÃÃÃO desgastado que quando cismarem de fazer um filme que REALMENTE é baseado em fatos reais e tensos, ninguém vai acreditar. Nesse filme não foi absolutamente dispensável, ficou óbvio desde o início que era golpe, mas até que a ligação com os desaparecimentos (que são reais) deu certa credibilidade, por isso não tiro completamente o mérito deles.

    Eu tinha achado a atuação da Dra. Abigail "de verdade" no começo já meio fraca. Mas aí veio a Milla e... pelamordeDeus, ela não é uma atriz exemplar, mas que atuação foi aquela? xD
    Chegou a ser lastimável em algumas partes onde mostravam a atriz "original" toda tensa, chorosa ou nervosa e a Milla do lado, simplesmente falando. Isso também aconteceu com alguns dos personagens, mas foi bem menos "grave".

    A coisa que achei mais tchonha no filme foi a língua que usaram como sendo a falada pelos aliens. As cenas e as distorções das vozes ficaram ótimas, aquilo ficou arrepiante, mas... SUMÉRIO? Isso é coisa da Terra, de uma civilização diferente, mas TERRESTRE e não alienígena ¬¬"

    Bom, chega. Minha nota final pro filme seria um 6/10. É o que o João disse, tem os pontos altos (cenas boas) e baixos, é agradável de se assistir, mas não pretendo ver de novo por vontade própria.

    ResponderExcluir
  9. Contatos de 4º Grau só não é totalmente dispensável pela postura do diretor em tentar algo diferente. Dividir a tela com as cenas gravadas em estúdio e as supostas cenas reais foi divertido. As gravações da tal Dr. Abigail Taylor ficaram bem feitas e poderia enganar se já não tivéssemos passado pelas experiências de A Bruxa de Blair e Atividade Paranormal. Mas azar da Universal Pictures que bancou o projeto e nem deu tempo do público esquecer Atividade Paranormal e cair em mais uma tática de marketing. Perdeu a chance de arrecadar alguns milhões.

    Abraços
    Allan
    www.diariodomedo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Esse com certeza foi um dos piores filmes que eu já vi na minha vida. Totalemten dispensável, forçado de mais. E na real, acaba não acontecendo/mostrando nada.

    ResponderExcluir
  11. Filmeco safado, safado...

    ResponderExcluir
  12. cada um tem sua opinião , eu tava olhando um site : cub centro de ufologia brasileira , tem ate umas coisas interessantess nele sobre o assunto , maiss mesmo falando ke num iixiste Dra. Abigail Tyler eu ainda to meio intrigado porkee meu pai me falo de um livro os " sete mundos de g erão se os deuses astronautas " ke me deixo mais intrigado ainda ,eu num achei pra compra mais no you tube tem o documentario sobre akilo tem muita coisa ke faiz sentido ,mais mesmo assim num universo de bilhoes de estrelas vcs achão ke nos somos unicos no universo agora já num to falando sobre o filme achei um pouco bobo maiss to meio cotrariado ,mesm ku num tenha vida mais inteligente ke nois pode haver vida no espaço!!!!

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.