2 de mai de 2010

Muralhas do Pavor

Título original: Tales of Terror
País de origem: EUA
Data de lançamento: 1962
Tempo de duração: 86 minutos
Direção:Roger Corman
Roteiro: Richard Matheson
Elenco: Vincent Price; Maggie Pierce; Leona Gage; Edmund Cobb; Peter Lorre; Joyce Jameson; John Hackett; Lennie Weinrib; Wally Campo; Alan DeWitt; Basil Rathbone; Debra Paget; David Frankham; Scott Brown

Sinopse

Neste clássico dos anos sessenta, quatro contos do escritor Edgar Allan Poe, um dos maiores autores de historias góticas de todos os tempos, são apresentados em três episódios.

Vai Lendo



Neste filme são exibidos três curtos episódios,recontando quatro contos de Alla Poe. No primeiro “Morella”, uma jovem volta ao castelo de seu pai para descobrir que ele conserva um segredo oculto a muitos anos. O segundo episodio é uma amalgama muito bem feita por Richard Matheson dos contos “O Barril de Amontilado” e “O Gato Preto”, onde dois conhecedores de vinhos se enfrentam em uma taverna durante uma convenção, sendo que este encontro irá acarretar conseqüências macabras. Finalmente o último conto é “Os fatos estranhos do Sr. Valdemar”, onde um médico tenta de todas as maneiras se comunicar com sua falecida mulher.

Edgar Allan Poe é um dos ícones da literatura gótica de todos os tempos, sendo que muitos de seus contos foram adaptados para o cinema. Um dos artistas que melhor desempenhou os papéis escritos por Poe foi Vicent Price, neste filme, além de atuar em todos os contos, ele também faz a narração e apresentação dos contos, no que poderíamos chamar de um “conto extra”.

Embora sejam apresentados três curtos episódios no filme, os leitores de Poe poderão identificar perfeitamente quatro contos do mestre do terror, a fusão dos contos “O Barril de Amontilado” e “O Gato Preto” foi excepcionalmente bem montada. O clima gótico, a ambientação e as apresentações dos artistas agradam aos fãs deste gênero de filme.


Alguns podem dizer que o fim dos episódios é previsível, mas ter a possibilidade de assistir Vicente Price contracenando com Basil Rathbone (outro mostro sagrado do horror) e com Peter Lorre é uma experiência sem igual. O filme ainda conta com a presença de belas e talentosas atrizes: Maggie Pierce, Leona Gage, Joyce Jameson e Debra Paget.

O diretor Corman foi, na minha opinião, o diretor que melhor conseguiu transportar os livros de Poe para a telona dos cinemas. Seus filmes tinham um orçamento reduzido, mas quase sempre ele podia contar com duas participações de peso, o roteirista Matheson e, é claro, Vicent Price. A parceria dos três, Corman-Matheson-Price, resultou em perolas do cinema de terror, como “O Corvo”, “O Poço e o Pendulo” e outros.


Comparado aos filmes atuais (Saw e derivados) Muralhas do Pavor pode não agradar porque não apresenta cenas de Gore, mas ele retrata bem o tipo de terror psicológico desenvolvido por Poe, me lembro que dá primeira vez que assisti esse filme, ainda garoto, fiquei alguns dias olhando meio atravessado para o gato que tínhamos em casa. Como disse em minha apresentação nem só de litros de sangue espalhados pela tela vive o cinema de Terror.


Trailer



Curiosidades

No filme foram utilizados cenários de outro filme de Corman “A queda da casa de Usher – The fall of the House of Usher” de 1960;

Para dar a impressão de que o rosto de Vincent Price estava derretendo em "O Estranho Caso de M. Valdemar", foi usada uma mistura de cola, glicerina, raspas de espiga de milho e tinta de maquiagem aquecida. O produto era tão quente que o ator apenas conseguia aguentá-lo em seu rosto por alguns segundos.

Nota (0-10): 7,5

3 comentários:

  1. Sou fã assumido do Mestre Poe.
    Infelizmente confesso que nao conhecia esse filme.
    É uma pena que eu ja conheça todas as histórias... já li todos os contos do Poe.
    Mas vou procurar esse filme. O estranho caso do Sr. Waldemar eh um dos meus preferidos.

    ResponderExcluir
  2. Rodrigo,

    Se tiver a oportunidade não deixe de assistir. Como disse é uma adaptação muito bem feita, embora eu também prefira os livros de Poe.

    ResponderExcluir
  3. Esse é outro titulo que dá vontade de chorar... Porque não traduzir?? O original ficaria muito melhor.

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.