14 de mar de 2010

Imagens do Além (Shutter)

Título Original: Shutter
País de Origem:
EUA

Gênero:
Terror

Classificação etária:
14 anos

Tempo de Duração:
89 minutos

Ano de Lançamento:
2008

Estúdio/Distrib.: Fox Filmes
Direção:
Masayuki Ochiai


Elenco: Joshua Jackson (Benjamin Shaw), Rachael Taylor (Jane Shaw), Megumi Okina (Megumi Tanaka), David Denman (Bruno), John Hensley (Adam), Maya Hazen (Seiko), James Kyson Lee (Ritsuo), Yoshiko Miyazaki (Akiko), Kei Yamamoto (Murase), Daisy Betts (Natasha), [+].

Sinopse

Logo após a chegada dos recém-casados nova-iorquinos Ben (Joshua Jackson) e Jane (Rachael Taylor) ao Japão onde Ben vai assumir seu mais novo trabalho como fotógrafo, eles descobrem assustadores reflexos fantasmagóricos de uma jovem em suas próprias fotos. Esta inexplicável "imagem de espírito" está determinada a mostrar ao jovem casal que não há como escapar de um futuro horrendo, fruto de uma vingança implacável!

Vai Lendo!



O filme tailandês "Espíritos: A Morte Está Ao Seu Lado" (Shutter), mesmo sendo asiático, fez um certo sucesso em outros países. Aqui no Brasil creio ser o único filme de terror oriental que praticamente todos conhecem e quase todos adoram. Com uma ótima história e cenas assustadoras, era de se esperar que mais cedo ou mais tarde saísse um remake americano, porque mesmo sendo reconhecido nos EUA, americanos não são lá muito fãs de legendas...





E assim surgiu "Imagens do Além"
(Shutter), um remake desnecessário norte-americano, do qual nem se deram ao trabalho de inventar outro título. É praticamente uma cópia do filme original. Ou seja: quem assistiu o original (o que no Brasil são muitas pessoas mesmo) não verá a mínima graça nesse filme, pois já conhece toda a história e sabe onde estão os "sustos". As únicas coisas diferentes nesse filme são os atores, os lugares onde se passa a história e o medo. Sim, o medo que o filme passa pra quem assiste. No Shutter tailandês dá pra sentir medo de quase tudo o tempo todo, já no Shutter americano as cenas são tão toscas e sem graça que simplesmente não dão medo!


Uma das cenas que tenta passar medo, porém só deixa o filme mais idiota ainda.


As atuações são ruins. Não é só porque não gostei do filme, mas é que as atuações são ruins mesmo. O elenco japa é péssimo, o ator principal é fraco e na minha opinião a pior de todas foi Jane Shaw (Rachael Taylor). Ela não tinha expressões faciais muito diferentes e em determinados momentos podemos até achar que a atriz estava pensando "Por que estou fazendo essa droga de filme?".


Assustada, preocupada e escutando a história reveladora do marido. Uma grande atuação não?!


As cenas como disse, são sem graça. Tudo é muito previsível até mesmo para aqueles que nunca assistiram o original. A maquiagem da fantasminha camarada
Megumi é outro ponto fraco. Natre, do Shutter original tem uma cara assustadora, enquanto Megumi está bem longe disso...


O rosto mais assustador de Megumi. oooh, que medo!

A única coisa que me chamou atenção nesse filme além da tosqueira foi a leve semelhança com O Grito. Os produtores do Imagens do Além são os mesmos do Chamado e do Grito, mas quando assisti não me lembrava desse fato. A semelhança mais evidente é a seguinte:

- No The Grudge, Karen Davis (Sarah Michelle Gellar) estava "perdida" no Japão. Um idioma que ela não sabia falar, costumes que ela não conhecia muito bem e uma cultura que ela não entendia direito. Lembro de enfatizarem isso nos extras, falando até sobre a atriz ser loira, pois demonstrava mais ainda essa diferença. Jennifer (Clea DuVall) , que no filme mudou-se para o Japão por causa do emprego do marido Matthew (Willian Mapother, o Ethan de Lost), também passou pelas mesmas dificuldades de adaptação, só que um pouco pior que Karen. Acontece que se misturarmos as duas personagens, surge Rachel Taylor do Imagens do Além. Loira, perdida no Japão, mudou-se por causa do emprego do marido e tenta adaptar-se com as diferenças culturais. Mera coincidência? Obviamente não. Para mim, foi uma enorme falta de criatividade.


Entediante assistir os extras do Imagens do Além, onde explicam as enormes diferenças culturais que os atores enfrentam ao gravar no Japão.Primeiro porque já haviam falado o mesmo nos extras do O Grito, segundo porque qualquer um sabe que Japão é diferente dos Estados Unidos. ¬¬


Protagonistas parecidas...



O susto no reflexo da janela nos dois filmes.

Cena do suicídio nos dois filmes. Imagens do Além esbanja criatividade...


Personagens perdidas num país que certamente nunca escutaram falar...

Afinal das contas o que achei desse filme? Uma grande droga. Um dos piores remakes de filmes asiáticos já feito. Falta de criatividade, efeitos ruins, maquiagem pobre e atuações terríveis. Se você assistiu e gostou do Espíritos: A Morte Está Ao Seu Lado, assista Imagens do Além só se quiser passar raiva.

Nota (0-10):
3


Trailer




Cena terrível:

Logo no começo do filme, Rachel dirige e Megumi aparece bem no meio da estrada. Qualquer pessoa normal iria frear na hora ou tentar jogar o carro para o outro lado. O que Rachel fez? Continuou acelerando e não parou! Passou por cima de Megumi e só foi parar depois! Só esse começo você já percebe o nível do filme. Cena mais FAIL impossível...

Moral da cena:
se alguém entrar na frente do seu carro, atropele a pessoa e só pare depois para verificar o cadáver.


13 comentários:

  1. "atropele a pessoa e só pare depois para verificar o cadáver."

    E corra o risco dele ficar te perseguindo e falando "obrigado pela carona"

    ResponderExcluir
  2. Putz, "Imagens do Além", a começar pela tradução porca (qualquer coisa com "do Além" no título já fica tosco), é podre demais. Bom, pelo menos eu acho, coisas "do Além", "terror em qualquer lugar", "qualquer coisa do medo". Piores são as papagaiadas com traduções como Visões (que depois virou The Eye e The Eye 2) e com Espíritos (que nem são o mesmo filme nem continuação um do outro, mas têm o mesmo nome).

    Notei as mesmas coisas que você falou, Ninne, todas as semelhanças com O Grito. E tem outra ainda, não sei se você percebeu: RECICLARAM atores!
    A Megumi Okina é a mesma atriz que fez a Rika (no Ju-On). Conseguiram deixar ela feiosa mas realmente, a Natre do Shutter original humilha.

    A atuação de todo mundo é tão fraca que em absolutamente todas as vezes (foram poucas, mas enfim :P) que assisti o remake, eu dormi xD

    Nem sei mais o que comentar, esse filme só é bom pra gente usar como mais um exemplo de que Hollywood não tem a menor criatividade e tem que parar de fazer remakes, urgentemente!

    ResponderExcluir
  3. Vai assistindo,eu tbem odiei o filme (vi para me divertir na TV,dublado.Nunca ri tanto em filome d terror na minha vida.),mas c vc viu e gostou do original,e deve ter ouvido por ai comentarios ruins sobre este filme,pq assistiu? Valeria mto mais a pena ver Espiritos 2,por exemplo,q tbem eh excelente.

    Outra,remakes realmente saum mto ruins na maioria das vzs,mas dizer q "americano naum gosta d legenda" trata-se d uma frase bem preconceituosa.Vc ja conheceu algum para ter certeza disso?Eu ja conheci varios,e nenhum c importava com isso. Ninguem sabe ao certo pq remakes existem,mas com certeza naum 'e por isso,pq bastava dublar o original e colocar d volta nas lojas.

    ResponderExcluir
  4. Eu sempre adoro seus posts, e logo de cara lembrei, eu assiste os dois filmes, e como é corriqueiro, o americano perde de lava, e é bem difícil ter medo nos filmes americanos, no momento não lembro do ultimo filme americano que tive medo. Quem saber um dia algum remake americano ao menos se equipare ao original orienta, mais sinceramente espero que isso nunca aconteça ^^.
    Beijão fuiz.

    ResponderExcluir
  5. Salem

    huahuahauahuahau
    pior...hahauahuahu

    James

    huahauhauhau
    Tem razão. "Pânico e alguma coisa" tbm é outro título pobre e esgotado aqui no Brasil. Os nomes que dão para o filmes são tristes...como o Rancor (The Grudge) q virou O Grito. ¬¬ Embora alguns títulos realmente muitos brasileiros ñ entenderiam ou simplesmente ñ chamaria atenção dos brasileiros. Por exemplo, esses dias assisti um filme com o título original de "Last Chance Harvey". Última Chance Harvey não é um título q chamaria mta atenção dos brasileiros e mtos nem entenderiam o pq do título. Dessa forma, o filme aqui no Brasil se chama "Tinha Que Ser Você". Bem mais atrativo, não?

    hauhauhauhau
    essa eu já ñ sabia. Infelizmente ainda não assisti Ju-On...Ç.Ç Só vi algumas cenas, trailers, imagens e críticas. T.T

    huahuahauhau
    eu fiquei com vontade de ir passando o filme mas incrivelmente assisti até o final. hauhauhaua

    Uhum. Já passou da hora de fazerem filmes criativos e originais.

    ResponderExcluir
  6. gabriel

    Assisti justamente para ver se era tão ruim assim. Ainda mais quando é um remake de um filme que adoro, aí sim faço questão de ver. Além do mais, acrescenta mais críticas para o blog e posso assim ajudar as pessoas na escolha de um filme, não? xD
    "Espíritos 2", que na verdade nem é continuação do Espíritos já assisti faz um bom tempo. Achei legal, mas prefiro a história do Shutter (tailandês! xP)

    Digo que americanos não gostam de legendas, pq isso é óbvio! São eles que produzem a maioria dos filmes de sucesso e por isso, raramente precisam ler. Acha que eles gostam de ficar lendo durante um filme, ainda mais quando os atores falam "engraçado" e tem nomes estranhos? E não é só eu que digo isso. Em revistas e outros lugares que tratam do assunto tbm falam a mesma coisa. Veja: http://www.omelete.com.br/cine/100011989/Imagens_do_Alem.aspx

    Se vc for no Boca do Inferno ou vários outros sites por aí, vão falar o mesmo.

    Mas lembre-se: digo os americanos, mas NÃO é obviamente todos. LÓGICO que nem todos são assim. Só ñ ressaltei isso na postagem pq espero que todos tenham o bom senso de compreender que que ñ me refiro a todos os americanos. Não estou generalizando. Se eu for ter que explicar detalhadamente tudo o que escrevo, minhas postagens vão ficar maiores do que já são. =S

    Olha, americanos pessoalmente não lembro se já conheci. Se vc já conheceu, não ache que apenas eles expressam o comportamento de toda uma nação. Eles podem estar na exceção que citei acima.

    Remakes de filmes asiáticos creio (NA MINHA OPINIÃO) que existem por puro preconceito com culturas e idiomas diferentes, falta de criatividade e aquele triste pensamento de "podemos fazer melhor" (o q normalmente ñ acontece). Em alguns casos, como O Grito e O Chamado, os remakes são feitos para tentarem mostrar para os ocidentais que o cinema oriental é mto bom. Porém, esses tipos de remakes são raridades.

    ResponderExcluir
  7. By Spectro - "Anjo Urbano"

    Mto obrigada! xD
    Fico feliz que aprecie minhas críticas.

    Os únicos dois remakes que adoro são O Grito e O Chamado. Foi por causa deles que mtos começaram a conhecer o cinema asiático.
    Porém, depois deles, ñ saiu mais nenhum remake que prestasse. E filme de terror norte-americano, desde 2000 ou até um pouco antes, são pouquíssimos que são bons. U.u

    Acho que precisam de novas histórias, mais criatividade e originalidade.

    ResponderExcluir
  8. Recentemente fiquei sabendo d um filme australiano,d linguagem inglesa tbem,q sera refilmado ano q vem.(sera pelo sotaque? xD).Bom,isso mostra q o problema naum e' so' legenda.Acho q o mais importante e' a falta d criatividade mesmo( e naum falta d ideia,pq isso naum existe.Ideias sao infinitas,so c precisa saber acha-las).Oq e' triste,pq quando eles resolvem ter uma ideia original,geralmente vale a pena,como Arraste-me para o Inferno,A Orf~a e Atividade Paranormal(vc naum gostou ,mas foi aprovado pela critica especializada).

    Quanto a Megumi Okina,meu deus,COMO ELA ACEITOU FAZER ESTE LIXO?uma atriz excelente como ela fazer uma fantasma fracassada,feia e q naum assusta ninguem como akela e' d dar pena.Na certa dv t sido paga,ou ameacada d morte xD.

    Mudando d assunto,descobri um site mto bom para ver terror asiatico.E' tipo um megavideo para o terror oriental. C chama "asianhorror.com",basta so' pesquisar.Claro q os filmes vaum ter q ficar na tela pequena,mas antes isso do q acabar sem ver nada.Eu so' naum entrei ainda pra ver filmes q eu to doido pra isso pq tenho medo d virus ,naum sei c e' seguro xD.

    OBS:desculpa pelo q eu disse na comu d O Misterio das Duas Irmas. Veja minha postagem para mais detalhes.Desculpas.

    ResponderExcluir
  9. Concordo com o Gabriel, acredito que essas sequencias de refilmagens nada mais são do que falta de criativiodade dos produtores americanos. Eu gosto de refilmagens de filmes, mas ao meu modo de ver refilmagens de clássicos antigos, que merecem e exigem um remake principalmente por parte da tecnologia atual ( na espera ansiosa por Furia de Titãs), porem esses remakes de filmes asiaticos entre outros chega a ser vergonhoso. Filmes com menos de 1 ano de diferença entre o original e o remake. Por exemplo Querentena...pelo amor de Deus...nada a declarar.
    Enfim, apesar de existirem bons remakes imediatos por ai, sou contra eles, pois além de uma imensa falta de criatividade, com isso tambem os americanos fecham a distribuição e o reconhecimento dos filmes de outros paises. Americanos odeiam legendas ? Não existem dubladores por lá não ? Eles que inventem outra desculpa, ou admitam sentir medo da concorrencia que esta se tornando excelente.
    Um abraço a tds

    ResponderExcluir
  10. Na verdade os americanos fazem isso pra mostrar ao mundo como os filmes de "fora" são pessimos.

    "Olha vamos fazer um filme com uma historia estrangeira. Viu como é ruim? O melhor mesmo é Hollywood..."

    Muita gente só ve filme americano, depois de ver isso, qualquer um brocha pra ver o original. E ainda tem aqueles que vao dizer que é cópia dos americanos.(pois eh)

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde a todos. Assisti ao filme antes de ler os posts aqui e resultado: perdi quase 2 horas do meu precioso tempo. Caso lesse aos posts aqui não teria alugado o filme e perder tempo assistindo. só percebi minutos depois que se tratava de uma cópia barata de "Espíritos".

    ResponderExcluir
  12. Oi Ninne ,novamente aqui para comentar pois adorei sua critica.
    NA a verdade eu achei os 2 filmes original e remake bem fracos,sabe não têm a sutileza e cenas macabras de outros filmes como o Medo e O Chamado (original kkkkk).
    Bom mesmo é o Alone que aqui saiu como Espiritos 2 !!!!
    Aquele sim achei super bem montado e com ceninhas bem tensas,mas aí é questão de gosto.

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.