20 de fev de 2010

O Hospedeiro (Gwoemul/The Host)

Título Original: Gwoemul / The Host
País de Origem:
Coréia do Sul

Gênero:
suspense/Terror

Classificação etária:
14 anos

Tempo de Duração:
119 minutos

Ano de Lançamento:
2006

Estréia no Brasil:
18/05/2007

Estúdio/Distrib.:
Imagem Filmes

Direção:
Joon-ho Bong


Site Oficial

Elenco: Song Kang-ho (Park Kang-du), Byeon Hie-bong (Park Hie-bong), Park Hae-il (Park Nam-il), Bae Du-na (Park Nam-ju), Ko Ah-sung (Park Hyun-seo), David Joseph Anselmo (Donald).


Sinopse

Na beira do rio Han moram Hie-bong (Byeon Hie-bong) e sua família, donos de uma barraca de comida no parque. Seu filho mais velho, Kang-du (Song Kang-ho), tem 40 anos, mas é um tanto imaturo. A filha do meio é arqueira do time olímpico coreano e o filho mais novo está desempregado. Todos cuidam da menina Hyun-seo (Ko Ah-sung), filha de Kang-du, cuja mãe saiu de casa há muito tempo. Um dia surge um monstro no rio, causando terror nas margens e levando com ele a neta de Hie-bong. É quando, em busca da menina, os membros da família decidem enfrentar o monstro.


Vai lendo!




Até 2002 conhecia praticamente apenas filmes de terror norte-americanos. Com O Chamado e em seguida O Grito (dois remakes de filmes japoneses) comecei a ter um grande interesse por filmes de terror orientais. Então resolvi procurar esses filmes pra assistir e percebi que realmente gostava do estilo de terror dos japoneses, chineses e tailandêses.

No entanto, nunca tinha assistido um filme de terror coreano. Na verdade, acho que nunca havia assistido um filme coreano. O.o O primeiro que assisti foi Oldboy, e confesso que não gostei muito
, me sentia entediada ao assistir e não sei se foi porque não gostei da história ou se porque estava com uma gripe muito forte na época e assisti o filme com um mal estar dos infernos, mas o fato é que não apreciei muito a obra. Um tempo depois, fiquei sabendo de um filme sul coreano chamado A Tale Of Two Sisters, e sinceramente, por ser coreano achei que seria ruim. Porém, muito pelo contrário, como vocês provavelmente já sabem, adorei o filme e o considero como um dos melhores filmes de terror psicológico que existe. Depois de assisti-lo, minha opinião sobre filmes coreanos mudou bastante, mas ainda assim não confiava muito na qualidade dos filmes coreanos.

Pois bem, onde quero chegar com tudo isso? Esses dias finalmente consegui assistir O Hospedeiro (The Host), filme sul coreano considerado um dos melhores filmes de 2007. E o que achei? Simplesmente me surpreendi! Um filme extremamente bem feito, com uma bela fotografia, trilha sonora impecável e ótimos efeitos especiais.



Antes de assistir, achei que se tratava de mais um filme sobre monstros enormes que destroem a cidade, ao estilo Godzilla ou Cloverfield. Mas me enganei e certamente não fui a única. Sim, o filme tem um monstro. Mas ele não é enorme (acho que seria do tamanho de um elefante, porém comprido como um lagarto ou uma salamandra) e nem destrói uma cidade. As pessoas correm quando ele se aproxima, mas é possível enfrentá-lo. E não, nada de exército com tanques e aviões jogando bombas, nada disso. É simplesmente um monstro, que sai do rio e ataca as pessoas em volta dele. Agora você deve estar pensando, "e o que tem de emocionante nisso?"

Bom, o fato é que além de ser diferente, o monstro de O Hospedeiro é rápido, cruel e difícil de ser capturado.
O legal também foi que pessoas simples o enfrentam e a forma como tudo acontece, parece muito real.



O drama mesmo começa depois que o monstro leva a filha do personagem principal,
Park Gang-Du (que é um tanto abobalhado). Todos consideravam a garota morta até ela ligar no meio da noite dizendo que estava viva num esgoto escuro. Aí começa toda a correria pra salvar a menina, antes que o monstro a devore ou que ela morra de fome. É um filme dramático, engraçado, assustador e triste. As cenas de humor misturam-se perfeitamente com a história, o drama exageradamente engraçado no início logo se torna sério. Tem várias conversas, mas o filme é praticamente ação do início ao fim.



Alguns champ's falam que os efeitos especiais desse filme são ruins. Ruins onde caramba?! Falam isso porque nunca viram filmes como SnakeMan. ¬¬ Alguns falam também que o filme é chato, complexo, etc. Como digo, gostar de um filme desse já não é questão de ter gosto, mas sim de ter bom gosto para filmes e inteligência para compreende-los. Se você gosta de filmes fáceis de entender, repletos de clichês e que não estimulam nem 5% do seu raciocínio, então nem assista O Hospedeiro. É um ótimo filme, nem muito complexo, nem muito simples, com uma história bem interessante e um tanto diferente.



Nota (0-10): 9,5


Trailer







Curiosidades

- Dirigido por Joon-ho Bong, que já tinha em seu currículum o “Memórias de um Assassino” (Salinui chueok, 2003, lançado em DVD no Brasil pela Europa Filmes), foi sucesso absoluto de bilheteria em seu país de origem, conseguiu ainda agradar tanto público quanto crítica nos festivais em que foi exibido (inclusive no badalado Festival de Cannes);

- Filme de maior bilheteria da história da Coréia do Sul;


- The Host teve quase metade do orçamento de 10 milhões de dólares, valor considerado altíssimo para a indústria cinematográfica coreana, destinado aos efeitos especiais, que ficaram a cargo das empresas Weta Digital (responsável pelo “O Senhor dos Anéis – A Sociedade do Anel” e “King Kong”), Creature Workshop (“Deu Zebra!”) e da The Orphanage (“Jeepers Creepers 2” e “Hellboy”).


- Bong Joon-ho, junto com os co-roteiristas Baek Cheol-Hyeon e Hah Joon-Won, aproveitou um incidente real que aconteceu em 2000 na Coréia do Sul para construir sua história.


Informações retiradas dos sites Boca do Inferno
e Omelete


Breve explicação

Bem, como assisti o filme apenas uma vez não posso fazer uma grande explicação como fiz nas postagens do A Tale Of Two Sisters e O Grito. Mas também este filme nem requer muitas explicações.

- Por que o título O Hospedeiro? Algunas falaram que era porque a menina era hospede do monstro e o monstro um hospede da cidade. Outros falaram que era porque os americanos foram invasores hospedes ali na Coréia do Sul. Sei que o filme tem uma forte crítica sobre poluição, governos que escondem as coisas e principalmente uma crítica aos EUA. Mas pelo que entendi, escolheram o nome O Hospedeiro porque no filme todo eles falam que o monstro é hospedeiro de um vírus letal (o que no final das contas ninguém comprova). Pra mim, daí que veio o título do filme. Falaram que o título em coreano (Gwoemul) significa simplesmente "Monstro", se tiver algum coreano aí, confirme se está correto. xD


Se alguém tiver mais dúvidas, deixe um comentário e tentarei responder. ^-^



14 comentários:

  1. Quando vi o trailler de O Hospedeiro fiquei maluco pra assistir, não conseguia seguer imaginar um filme Coreano que fosse capaz de concorrer em efeitos especiais com os americanos. Assisti e nossa !! Realmente surpreende !! Se alguem fala mal dos efeitos desse filme eu gostaria muito de saber onde eles estão. Os efeitos são 10, não fica devendo nada a monstros consagrados como King Kong ou Cloverfield. As cenas de ação são muito bem feitas, cheias de adrenalina e muita correria.
    O filme gira em torno da filha de um cara de intelecto duvidoso, quase um deficiente, que no filme acaba por superar seus limites e mostra muita coragem por amor a filha. Nesse pinto o filme fica dramatico com situações interessantes.
    Obvio que pra quem não esta acostumado com o jeito de ser oriental vai achar q no filme tem representações estranhas a certas situações, forçadas ate, mas esse é o estilo de vida deles que é bem diferente do nosso, orientais ou a maioria deles demonstra emoções de formas um pouco estranhas pro nosso costume.
    Mas no geral é um bom filme, vale sim a pena assistir, mas com certeza indubitavel o maior atrativo são os efeitos especiais que nada ficam devendo a filme algum.
    Eu daria nota 8,5 a esse filme, pois existem alguns dialogos desnecessários que com certeza entediam um pouco o andamento do filme.

    ResponderExcluir
  2. O cinema sul-coreano é excelente. E o pior é q tem muita coisa boa que nem é lançada por aqui. Recomendo esse Memórias de um Assassino e tb O Telefone.

    ResponderExcluir
  3. Olha só, bom saber que The Host é bom!! Já ouvi falar dele várias vezes mas nunca assisti (sempre me falavam mal, mas não foi isso que me levou a não assistir).

    É sempre bom ver outra opinião e analisar o outro lado a partir de alguém que gostou ^^
    Eu gosto muito de filmes de horror asiático mas os coreanos não são minha preferência (eu gosto, só não são meus favoritos ^^) simplesmente porque quase todos os que vi são um "drama" com conteúdo de horror (com exceção de A Tale Of Two Sisters, que gosto muito!).

    Porém, isso não quer dizer que os filmes não sejam bons, pelo contrário. É exatamente o uso dessa espécie de "drama" que traz o filme mais próximo à realidade e faz você parar e pensar na situação. Não adianta, os orientais TÊM o dom pra fazer horror (até o horror tosco deles é melhor que o daqui xD).

    Ninne, também já assisti Oldboy e não gostei muito, então creio que a culpa é da história e não do mal estar ;)

    O problema, digamos assim, dos filmes de horror coreanos e tailandeses (e asiáticos em geral) é que saem MUITOS, na maioria ruins, e com isso os bons acabam passando despercebidos. Infelizmente como praticamente todos eles não estão disponíveis aqui no Brasil, somos obrigados a recorrer a, hum, "outros métodos" para conseguir assisti-los e formar uma opinião.

    Ótimo post, pra variar, hehehe ;)

    ResponderExcluir
  4. Ah sério, eu vi um poster desse filme e achei que seria maravilhoso!
    Mas no fim, acabo sendo a pior merda que eu vi D:

    ResponderExcluir
  5. Leckard

    Antes de escrever a postagem, li vários comentários pela net sobre esse filme. Me surpreendi com várias pessoas falando que os efeitos especiais desse filme são ruins... Realmente ñ entendi o q foi ruim. creio tratar-se de preconceito com outras culturas, principalmente orientais. Quero dizer, q se fosse um filme americano com os mesmos efeitos, todos estariam elogiando. Mas como se trata de "olhinhos puxados", aí o povo fala mal. ¬¬

    Eu abaixei um pouco minha nota, pois lembrei de algumas coisas que deixaram o filme entendiante (relamente, algumas conversas desnecessárias e sem sentido). Mas acho que 8,5 já é uma nota mto baixa, não? huahuahuahau

    ResponderExcluir
  6. Antônio

    E se são lançados aqui, nem são muito divulgados. ¬¬' E pra falar a verdade, os que estão se saindo melhor no terror de 2000 até hj, são os orientais.

    Vlw pelas dicas, tentarei achar esses filmes.

    James Sunderland

    Sempre escutei falar deste The Host. E só escutei falar bem. Certa vez numa livraria, encontrei o livro "1001 Filmes Para Ver Antes de Morrer" e resolvi dar uma folheada. Pra minha surpresa, O Hospedeiro estava lá tbm. Apesar de tdo isso não criei grande expectativas para o filme e ao assistir, me surpreendi.

    Tbm ñ gosto mto de filmes coreanos. São excessivamente dramáticos, chega até ser engraçado. E tbm tem mtas conversas sem sentido (falarei sobre isto na postagem do Sapatos Vermelhos). Gostei mto do A Tale Of Two Sisters, pois ñ tem excesso de drama e as conversas, todas elas, são necessárias e fazem mto sentido. Porém, O Hospedeiro, mesmo sendo beeem dramático, ficou interessante. Gostei mto do filme, pois é bem diferente e bem feito.

    O povo fica puxando saco de filmes de terror norte-americanos, mas vamos falar a verdade: filmes de terror americanos atuais não estão com nada. Repletos de clichês, cenas bobas, histórias manjadas...enfim, algo que quem curte terror a mto tempo, já está cansado de ver São poucos os filmes que não caem nessa mesmice, como Terror em Silent Hill (q nem 100% americano é), O Nevoeiro e Arrasta-me Para o Inferno. O terror oriental inovou mta coisa, deixando de lado a ideia d que terror é só "tripa, sangue e mulher pelada". Mas infelizmente encontrar filme oriental aqui é complicado...


    Oldboy, sei lá...ñ curti a história...achei cansativa... =P

    ResponderExcluir
  7. Morte

    hauhauhauahuahu

    Cada um tem opiniões diferentes, né?! hauhauhaua

    Agora fiquei curiosa pra saber pq vc não gostou do filme, pois vc já comentou aqui no blog q gosta de filmes de terror asiáticos

    hauhauhauahu

    ResponderExcluir
  8. Vou fazer um comentário extra devido ao filme que assisti essa semana, 13 desafios, um filme tailandes que realmente me divertiu muito! Esse filme tem uma história que te prende, a assistindo a 15 minutos de filme já não achei possivel parar de ver ( fui dormir 3 da manhã pra acordar as 7 :p . O filme não é de terror, apesar de ter violencia e ao menos uma cena q realmente me assustou e deixou tenso. Ate hoje considero o primeiro filme oriental que assisti como o melhor, esse filme foi Espiritos, e agora o segundo tailandes que assisti é esse 13 desafios e mais uma vez gostei muito do filme.
    Bem, isso tudo é apenas para te deixar a dica Vai Assistindo, pois você gosta muito de filmes orientais.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  9. Discordo(quase) totalmente com vc. Os coreanos são de longe os melhores da asia!!!!! Atè mesmo o fato de terem mto drama ajuda. Pq caso n~~aão seja mto bom como filme de terror,o drama pode compensar. Existe um filme coreano chamado Possuida pelo Mal(The Wig,titulo original) , q como terror não é grande coisa,mas como um drama eu achei perfeito!!!!!! Foi o primeiro coreano q eu vi que me fez chorar no final,e ja vi mtos. Recomendo q vc assista,mas lembre-se q não é tanto terror assim.

    Quanto a Oldboy ,recomendo q vc , ja melhorada dessa gripe e sem tanto mal-estar, alugue e assista novamente.Oldboy é um FILMAÇO,um dos melhores filmes q ja vi na vida,d tds os generos. E o final tbem é excelente!!!

    Bom,o meu terror coreano favorito é Sapatos Vermelhos,q vc disse q vai fazer uma postagem sobre ele. Acho esse filme perfeito em tds os sentidos e faz sentido sim.Mas tem q assistir mais de uma vez,como eu fiz,para entender o final. Ta,A Tale of Two Sisters é legal,mas tbem não achei nenhuma maravilha.Cheguei a gostar bastante do remake,mesmo tendo visto o original antes.

    ResponderExcluir
  10. gabriel

    Os coreanos são mto bons mesmo, mas o drama é realmente exagerado (para nós, ocidentais). Igual a cena do The Host que todos se jogam no chão e começam a chorar. Exageradamente dramática aquela cena (talvez feita assim propositalmente), e acabou que ficou engraçada. Não digo drama, da história, dos acontecimentos. Mas os dramas nas atuações. As gritarias, os choros, perceba q isso é bem mais exagerado nos filmes coreanos. Mto exagerados aliás. Esse Possuída Pelo Mal já escutei mto falar, adoro a capa desse filme...mas infelizmente é bem difícil de encontrar...=/ Se eu conseguir assistir, falo sobre ele aqui no VA.

    Bom, tentarei assistir Oldboy novamente. Mas sinceramente ñ achei grande coisa o filme nem o final. Legal, uma grande e forte revelação no final... mas e aí?! ...
    De qualquer modo,assistirei novamente. ^^

    assisti Sapatos Vermelhos esses dias.... é legal, mas não achei grande coisa. Na verdade não acho que chegue aos pés do A Tale Of Two Sisters (tanto na história, quanto nas atuações e beleza). Com certeza assistirei novamente antes de postar algo sobre ele aqui no VA, pois sei q não entendi 100% do filme, mas entendi grande parte. Digo sem sentido, algumas conversas...depois falo sobre isso na postagem do filme.

    enfim, obrigada pelo comentário Gabriel! xD

    ResponderExcluir
  11. Vai assistindo, gostaria de sugerir uma coisa. Vc já viu Espiritos 2 e visões/the eye 2, certo? Portanto,pq vc não faz postagens sobre eles? Os dois são mto bons ( gostei mais do q os 2 primeiros) e iriam aumentar o no d filmes asiáticos aqui , alem de ajudar mais a divulgar os 2 filmes pela internet. Eu adorei espíritos 2 pq achei q tem mais ação q o 1 ( embora o 1 assuste mais) e o twist final e' melhor , um dos melhores que eu já vi em filmes de terror. Já o the eye 2 achei a história mais legal e interessante q a do 1 e gostei do final e dos sustos q teve. Só una sugestão,mas eu adoraria ver as postagens aqui.

    ResponderExcluir
  12. Finalmente, depois de mto tempo desde que esta postagem foi feita,tive a oportunidade de assistir a este maravilhoso filme. Realmente e' uma obra prima!!! Na~o apenas um filme de monstro, tambem se trata de um drama familiar, comedia,critica social e terror, e td elevado a forma perfeita!!!!! Atores excelentes, historia criativa e imprevisivel,evitando varios cliches do genero,fotografia e trilha sonora marcantes!!!! Os efeitos especiais tbem se destacam, nada devendo a Holywood e surpreendento. O final marca,choca,entristece e ao mesmo tempo impacta com a dor e a esperanca de uma familia inteira!!!! Um classico!!!!!!

    Na~o merece a nota 10,merece mil!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Não sei se vc já viu mais existe um filme tão belo e surpreendente quanto ao A Tale Of Two Sisters cgamado Possuida pelo mal (Gabal / The Wig) !!!
    Aqui vai o trailer :http://www.youtube.com/watch?v=kzXm4WAV2KI
    Espeor que goste do filmee adorei sua critica !!!!

    ResponderExcluir
  14. Filme ruim, historia desconexa, sem sentido e nada objetiva.Efeitos bons o suficiente para você fazer acreditar que o filme também é. Triste ilusão. Com uma cultura tão diversa que é a oriental o filme parece tentar suprimir tais traços culturais na história, dando enfase a uma espécie de teoria de conspiração inter-governamental a qual não se sabe o motivo, simplesmente não tem sentido. Faz você imaginar mil e uma coisas interessantes para explica-la e a falta de explicação te deixa frustrado. Parece que eles simplesmente queriam criticar a politica externa estadunidense sem se preocupar em expor no filme a explicação da intervenção. Sem contar que formol criando mostro mutantes é forçadaço.

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.