26 de set de 2009

O Mistério das Duas Irmãs (The Uninvited)

Título no Brasil: O Mistério das Duas Irmãs
Título Original: The Uninvited
País de Origem: EUA / Canadá
Tempo de Duração: 87 minutos
Ano de Lançamento: 2009
Estúdio/Distrib.: Paramount Pictures Brasil
Direção: Charles Guard / Thomas Guard

Site Oficial

Elenco Emily Browning, Arielle Kebbel, David Strathairn, Elizabeth Banks, Maya Massar, Kevin McNulty, Jesse Moss.

Sinopse

Anna (Emily Browning) e Alex (Arielle Kebbel) são irmãs. Anna acaba de voltar de uma internação num hospital psiquiátrico. Sua recuperação entra em risco com a presença de uma madrasta cruel e de um fantasma em sua casa.

Vai Lendo!



Acabei de assistir esse filme e antes de mais nada gostaria de deixar bem claro que se você ainda não assistiu O Mistério das Duas Irmãs, assista primeiro o original A Tale Of Two Sisters.

Então, analisando apenas como mais um filme de terror norte-americano posso dizer que é assistível. História razoável, sustos previsíveis, atuações medianas, trilha sonora igual a de todos os filmes de terror/suspense que tem por aí. Filminho que impressiona os que não estão acostumados com bons filmes de terror/suspense. Nada de surpreendente, se você for um pouquinho mais esperto, saca quase toda a história antes da metade do filme.

Mas, analisando esse filme pelo o que ele é (um remake) posso dizer que é podre. Não chega aos pés do original A Tale of two Sisters. Não tem uma história tão inteligente, não possuí belíssimas atuações e não chega nem perto da maravilhosa trilha sonora do filme original. Realmente tem mais sustos, mas são sustos banais e previsíveis. E de qualquer modo, não assisto filmes apenas pelos sustinhos. Simplesmente o filme original é uma obra prima enquanto esse é mais um péssimo remake de um filme oriental.

O Mistério das Duas Irmãs reuniu tudo aquilo que chama atenção das "mentes pequenas". Desculpem-me por falar deste jeito, mas para certos filmes não existe questão de gosto e sim de bom gosto. Tem pessoas que simplesmente não tem bom gosto, não entendem porcaria nenhuma de filme e importam-se apenas com o visual. Meninas de biquíni, decotes, cenas mais "calientes", explosões, etc. Tudo isso chama atenção do povão. Mas não tem conteúdo, não tem história, não tem nada além do visual. Não digo que todos que gostaram desse filme são burros ou sem cultura, mas falar que ele é melhor que o original ou que é um filme "inteligente", já é brincadeira.

Falei tudo isso porque não aguento ver gente elogiando um filme tão inferior, tão ruim como esse. Se todos assistissem o original e tivessem capacidade pra entende-lo, provavelmente esses infelizes elogios ocorreriam com menos freqüência. Infelizmente o preconceito que as pessoas tem com filmes asiáticos e a adoração por filmes norte-americanos fazem com que o excelentíssimo A Tale Of Two Sisters seja pouco conhecido. Uma pena...

Nota (0-10): 5 (assista o original)

Trailer




Mais sobre o filme
(contém spoiler da versão original e do remake)

- Comecemos pela madrasta. No filme original ela é uma mulher normal, trata bem as meninas no começo, mas é antipática. A maneira como ela trata as garotas é forçada e aos poucos vai revelando-se uma mulher descontrolada e maldosa. Já no remake, a madrasta loira (Rachel) é antipática desde o começo e fala coisas estranhas para a menina (Anna). Assistindo os dois filmes, a atuação que mais convence é da madrasta coreana (Eun-joo), enquanto a americana é visivelmente suspeita logo no início. A primeira impressão que temos de Eun-joo é de uma mulher antipática. No entanto, Rachel logo no começo já se mostra estranha e falsa. Ficou muito forçado isso no filme.

- No filme coreano as irmãs são extremamente ligadas. A mais velha protege e cuida da mais nova. É muito bonito a maneira como as duas se tratam e é uma das coisas que deixa o filme mais belo e emocionante. Já no americano as irmãs não parecem ser tão ligadas assim. Só no final tentam forçar um elo mais forte entre as duas, mas não chega a convencer. Anna e Alex parecem mais duas amigas safadinhas do que duas irmãs unidas.

- Só quem nunca assistiu filmes como O Sexto Sentido ou Os Outros pra não ter percebido que a irmã mais velha (Alex) estava morta. Ficou muito evidente isso o filme todo. Ela falava com o pai ou com a madrasta e eles nem olhavam na cara dela. O mesmo ocorre em O Sexto Sentido, quando Dr. Malcolm (Bruce Willis) fala com a esposa e ela sequer responde. Fora isso, Alex sumia o tempo todo e depois aparecia do nada. A menina ficava andando de biquíni pela floresta o dia todo? Já na versão original a irmã mais nova (Soo-yeon, que estava morta) ficava presente quase o tempo inteiro, e pela forma fria como a família se tratava não dava pra perceber que ela não estava ali, pois não havia conversas dela com o pai. Outro fator importante para não perceber isso logo de início foi que Soo-mi (irmã mais velha) era ao mesmo tempo a madrasta. Então, ela (Soo-mi) e a madrasta interagiam com a mais nova (
Soo-yeon).

- O pai do filme americano (Steven) não parece apresentar o mínimo remorso por ter traído a mãe das meninas enquanto a mesma encontrava-se doente. Ele simplesmente chama Rachel para morar na casa e dane-se a filha mais nova. Já no A Tale Of Two Sisters, o pai fica o tempo inteiro na dúvida, meio infeliz e ao buscar Soo-mi no hospital psiquiátrico pede para que a madrasta não conviva com eles. O que é o óbvio a se fazer. A mãe morre, a menina fica traumatizada e o pai já vai chamar outra pra morar na casa? Ainda mais se a menina apresenta distúrbios psicológicos? Tentaram mudar um pouco a história na versão americana, mas essa mudança deixou o filme sem nexo e forçado, porque não é possível que o pai fosse tão burro e insensível pra fazer uma coisa dessas.

- No filme americano a mãe das irmãs Anna e Alex estava doente e vivia isolada na casa de barcos. Enquanto isso o pai ficava com a enfermeira Rachel na casa. Anna descobre que o pai tá tendo um caso com a enfermeira e decide colocar fogo na casa com os dois dentro. Ela vai na casa de barcos, pega combustível e vai na direção da casa. Porém, o combustível vasa, acontece um acidente e a casa de barcos explode com a mãe e a irmã (Alex) dentro. Tá certo que a menina ficou com raiva, mas colocar fogo na casa inteira só porque o pai tá traindo a mãe aí já é demais para uma menininha de 16, 17 anos. A não ser que a menina já era problemática antes do acidente... No filme coreano, a história é melhor construída (leia a história clicando aqui). Mais uma vez a história do americano ficou exagerada enquanto a do coreano é um triste acidente caseiro que não precisou de explosões ou menininha maléfica para acontecer.

- O mais intrigante e triste no filme coreano é que a menina poderia ter evitado tudo. Se ela tivesse escutado a madrasta poderia ter salvo a irmãzinha. No final ela ainda chega a parar, olhar para casa como se sentisse que algo ruim estava acontecendo. Essa cena do final foi extremamente triste, chega a arrepiar qualquer um. A esquizofrenia que ela desenvolve parte principalmente pelo sentimento de culpa. Mas ao mesmo tempo, a menina sabe lá no fundo que grande parte da culpa foi da madrasta também. É muito interessante e bem feito tudo o que ocorre e todo o comportamento que a Soo-mi apresenta. Já na versão americana, a filha mais nova Anna é a "louquinha malvada" que mata a madrasta. A impressão que temos é que não foi grande coisa o pai ter traído a mãe doente e que a madrasta era uma pessoa maravilhosa. Anna fica como a malvada problemática e o pai safado como a pobre vítima. E não teve nada de belo nisso. O final não foi triste e muito menos emocionante.

Vou parar por aqui no momento. Se lembrar de algo mais, acrescento depois. Mas recomendo mais uma vez assistir o filme coreano primeiro e depois ver esse aí. =P


26 comentários:

  1. Uma guria q gosta de filmes de terror... Muito legal e raro. Parabéns pelo teu blog, sempre leio. Inclusive entendi melhor A Tale of Two Sisters depois de ler a sua crítica, hehehe. Tuas opiniões são muito boas, continue escrevendo sempre. Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Caramba, mais um remake ... e mais um remake ruim...

    ResponderExcluir
  3. Vou ser bem sincero, Terror é um dos gêneros que menos me agrad, mas sempre que lenho resenhas boas eu dou uma conferid no filme.

    Aqui me ajuda muito com indicações de filmes!

    Mas você dá uma nota 5, me desanima! haha

    Mas como quase todos os remakes são ruins não podemos esperar muita coisa!

    Abraço!

    ;)

    ResponderExcluir
  4. Antônio

    huahuahua...pior que é verdade, ñ existe mtas meninas que curtem filmes de terror...=P
    Muito obrigada! Que bom que gostou do blog. xD

    Bruno

    huahuahuahuahua
    Eu ñ sei, talvez vc goste do filme, vai do gosto de cada um.
    Dei essa nota tão baixa pq sinceramente achei o filme mto fraco. xD

    Abraços pessoal! Vlw por comentarem!

    ResponderExcluir
  5. PARABENS PELO BLOG, BEM ESTRUTURADO E ORGANIZADO, GOSTO BASTANTE DO GENERO. VAI AI UMA DICA, PODES POSTAR ALGO SOBRE OS FILMES DO JASON E FAZER UMA SEQUENCIA APURANDO AS CARACTERISTICAS DE CADA FILME.

    É ISSO ABRAÇO!!!

    PS. SE GASTARES TAMBEM DE BIOLOGIA, ENTRA NO MEU BLOG QUE SE CHAMA:

    http://www.biobusca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. DR. MEGAWARE

    muito obrigada! ^^

    Então, assisti os filmes do Jason quando era pequena e nem lembro muito. Procuro comentar somente dos filmes que lembro e entendo. Se eu conseguir arranjar todos os Sexta Feira 13 pra assistir novamente, quem sabe futuramente não faço uma postagem bem legal sobre eles. xD
    Vlw pela sugestão!

    gosto um pouco de biologia, achei bem interessante seu blog. Mto organizado tbm.

    ResponderExcluir
  7. AMO ESSE BLOG *-----* BJS.
    E eu gostei desse remake, mas acho a versão coreana muiito mais legal *-*

    ResponderExcluir
  8. Adorei a sua analise e concordo com tudo!
    Para mim A Tale of Two Sisters foi o filme mais perfeito que já assistir e o remake, bom o remake é o tipico filme Norte Americano apelativo...

    ResponderExcluir
  9. Sensacional sua análise. Concordo plenamente em dizer que antes da metade do filme dá para sacar o que irá acontecer no final (que já não será mais surpreendente). Quando assisti este filme com pouco mais de 20 minutos já descobri o "tal mistério". É só prestar atenção na mira dos diálogos e nas atitudes dos personagens. Quanto ao filme MEDO também concordo em dizer que as pessoas não dão importância a filmes asiáticos, o que é uma pena, pois vários filmes norte-americanos são remake dos mesmos. Idéias copiadas dos asiáticos. Abraços!!!!

    ResponderExcluir
  10. Muito bom teu blog e a analise toda. Sobre o filme, realmente é meio normal o filme, nada demais. E realmente, assistível.

    ResponderExcluir
  11. Me explica uma coisa.... Oq tem haver aqueles 03 irmãos que foram mortos pela babá no filme!? Afinal, quem são eles!?

    ResponderExcluir
  12. Bem,na miinha opnião acheii legal o hemake maiis ñ posso dizer nd sobre o original poiis ñ assisti..Mais na boa,ñ gosteii sobre o que vc falow sobre "que ñ era questão de gosto e sim de bom gosto",acho que por maiis que o filme seja uma bosta p/ vc temos que aceiitar o gosto dos outros,ñ é pq fulano disse que o filme é ruim que ciclano ñ vaii assitir..jáa li em sites critícas negativas de filmes que eu gostariia de assistir,por viia das dúvidas assisti o filme pra ver se era ruim msm e sinceramente ñ acheii ruim

    ResponderExcluir
  13. Cara aquele filme Coreano é muito estranho, no final fica meio estranho, pois a varias outras situações que ela mesmo se atrapalhou e se ela não tivesse brigado com ela mesmo a irmã dela não teria vivido estanha essa conclusão do filme, o americano da pra entender muito mais coisas.

    ResponderExcluir
  14. Luuuc Monte ;D e ragnersilva

    Obrigada gente! Versão coreana 1000 vezes melhor o/

    Anônimo

    Mto obrigada! Já nem me recordo mto do filme, mas lembro que a história era bem fácil de sacar. Não sei o q viram de inteligente e complexo nele...
    A Tale Of Two Sisters, esse sim é complexo e inteligente...
    Vlw por comentar!

    cinemainterativo

    Obrigada! Então, parece que algumas pessoas tendem a achar filmes simples complexos e filmes realmente complexos, ruins. Estranho... huahuau The Uninvited é um remake normal, simples e com certeza inferior ao original. Não é grande coisa..=P

    Anônimo

    Infelizmente... ou felizmente (!?), como eu citei mais acima, já nem me lembro mais desse filme direito =/ Mas se ñ me engano vi explicações sobre essa história desses irmãos lá na comunidade do filme no orkut. O.o Dê uma olhada lá...ha mtas explicações xD

    Bruna

    Primeiramente, obrigada por ter comentado aqui no VA. Segundo, recomendo q vc assista o filme original... talvez vc mude de opinião. E terceiro, concordo com vc, devemos respeitar os gostos de cada um, pois todos somos diferentes, portanto possuímos gostos diferentes tbm, ñ é mesmo? Mas convenhamos... há dois níveis de "gostos" para algumas coisas: o bom e o mau gosto. Não é pra tudo, mas pra certas coisas como por exemplo: músicas, filmes e por aí vai. Vc sabe que existem musicas ruins né? Mto, mto ruins. Com letras podres, ritmo podre e cantores podres. E todos nós nos referimos a esses tipos de músicas como "música de mau gosto" pq simplesmente ñ prestam! E ñ vai do gosto de cada pessoa, simplesmente tem coisas q prestam e coisas que não prestam. Tem coisas q são ruins e mal feitas e coisas q são boas e bem feitas. Foi o que eu quis dizer na postagem: tem coisas que vai do gosto de cada pessoa, claro. E devemos respeitar o gosto de cada um. Mas pra algumas coisas, algumas pessoas tem péssimo gosto.

    No caso do filme, o original é realmente maravilhoso e bem feito. Talvez alguns ñ achem o filme maravilhoso assim, mas ngm pode falar q ele é mal feito pq não é. Agora o remake...já começa pelo fato de ser um remake né. E ainda um remake inferior. Fora o fato de ele ser um remake e inferior, ele tbm ñ é um filme super bem feito, com excelentes atuações e com certeza ñ possuí uma trilha sonora espetacular. Aí é só comparar ele com outros filmes realmente bem feitos e inteligentes, ou mais fácil ainda: compara-lo com o original. Voilà! Qual é mais bem feito?

    Enfim... respeito a opinião de quem gostou desse filme, mas é evidente que o original é mais bem feito e é evidente tbm que existem outros filmes de suspense/terror mto melhores q este. =P

    PS: ñ estou querendo dizer a "verdade absoluta", apenas quis explicar melhor o q eu falei no texto...

    ResponderExcluir
  15. Anônimo

    Talvez se vc estiver acostumado apenas com filmes americanos, vai achar o "A Tale..." estranho. Mas ñ acho que seja estranho, é apenas...coreano! xD É diferente do americano, assim como filmes espanhois, japoneses, ingleses, brasileiros, etc. são diferentes dos americanos tbm e são diferentes entre si. São culturas diferentes, logo ñ espere filmes iguais.

    "pois a varias outras situações que ela mesmo se atrapalhou e se ela não tivesse brigado com ela mesmo a irmã dela não teria vivido"

    Bom, ela é esqui zofrenica então talvez ela vá se atrapalhar mesmo, mas sobre isso aí q vc falou...acho que ñ compreendeu mto bem o filme. Quando conta a história de como a irmã dela morreu...aquilo era no passado... ela ainda era ela mesma e a madrasta era de fato a madrasta. Ela ñ brigu com ela mesma. Ela brigou com a madrasta, e a madrasta deixou a irmã da menina morrer. =P
    Se quiser melhores explicações, veja a postagem sobre o filme original aqui no blog mesmo.

    Obrigada por comentar!

    ResponderExcluir
  16. Às vezes parece que os americanos foram tão burros que não perceberam que a madrasta era a outra personalidade da filha mais velha e fizeram o remake todo errado! sei lá ¬¬

    ResponderExcluir
  17. Bem, não sou muito acostumada a filmes de terror não, na verdade é muito difícil eu parar pra assistir um filme, eu sempre preferi séries rs. Mas quando vou parar pra assistir é batata que eu vou atrás de um de terror/suspense (ou zumbis **). Quer dizer, tem uns que eu odeio, aqueles do tipo com grupinhos de adolescentes acampando e fazendo sexo quando vem um cara com uma perna de pau (?) e um bisturi e jorra sangue, seilá KKKK
    Mas assim, minha família adora se reunir pra ver filmes, e faz um tempo que a gente viu O Mistério das Duas Irmãs. Sinceramente, eu adorei KKK E eu não me liguei da irmã morta :s Mas eu nunca assisto filmes então vou tentar compensar KKK Já fazia um tempo que eu sabia que os coreanos eram os gênios do terror e que todo filme de sucesso ée remake deles, então eu resolvi olhar uma lista que achei num agregador de links (se não me engano era daqui) e quis baixar A Tale of Two Sisters pq eu já tinha gostado da "porcaria" KKK. Bom, baixei, vi, me emocionei, me arrepiei, mas acabo de descobrir que sou mesmo burra pra filmes, e tive que reassistir e ler sua explicação, aliás, obrigada rs.
    Acho que se eu visse de novo o remake não me impressionaria não, pra mim eles meio que, parece, que só se inspiraram mas fizeram um filme totalmente diferente. E é visível a qualidade alta e o enredo superior do coreano, em cima do americano.
    Mas assim, achei o americano válido, mas não como remake. Como um filme legalzinho porém bobo pra assistir com os amigos.
    Eu descobri que to precisando ficar mais cult né? Não é só de livro que vive uma pessoa ligada KKK

    ResponderExcluir
  18. O filme é bom, mas um pouco confuso a primeira vista, sim...vcs sabem se o tio era irmao da mãe das meninas? e por que os espiritos da irmã e da mãe ficavam atormentando a Soo-mi?

    ResponderExcluir
  19. como se ve esse filme???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alugando em uma locadora ou comprando o DVD (original de preferência).

      Excluir
    2. Que grosso!

      Excluir
    3. Ué? Grosso pq Airton? Falei alguma mentira?

      Excluir
  20. Na boa, sua crítica é muito artificial. Duvido que realmente você tenha entendido o filme, pois isso você não explica no texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que isso... minha crítica é toda natural, bonita pra caramba!

      Tá, sério agora...tem + o que explicar? Leu minha versão do A Tale of Two Sisters? Não vi mto o que falar sobre O Mistério das Duas Irmãs.

      Excluir
  21. REALMENTE O FILME AMERICANO ME DEIXOU CONFUSA ...MAS E O CARA DO BARCO, NO AMERICANO HAVIA TERTEMUNHA QUE A MENINA ANA MATOU TAMBÉM ...MESMO COM TANTA CONFUSÃO GOSTEI DO FILME TEM PIORES ..NOGERAL DARIA NOTA 8

    ResponderExcluir
  22. Ninne, eu realmente descordo da sua avaliação ( 5 ), eu acho que uma nota ideal seria 8, óbvio que nem se compara com o original feito pelos asiáticos, mas acho que você esqueceu de passar o olhar geral por cima desse filme, avaliando como o remake do original, é mesmo inferior. Mas se você for olhar como um filme de produção Americana, vai ver que o enredo é realmente instigante, e no mínimo nota 8 comparado a todos os outros filmes Americanos. Sei lá, é só o que eu acho

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.