23 de ago de 2009

O Pacto (Suicide Club)

Título no Brasil: O Pacto
Título Original: Jisatsu saakuru / Suicide Club / Suicide Circle
País de Origem: Japão
Tempo de Duração: 99 minutos
Ano de Lançamento: 2002 (Japão)
Lançamento no Brasil: Julho de 2007 (DVD)
Roteiro e direção: Sion Sono

Elenco


Ryo Ishibashi ... Detetive Kuroda
Akaji Maro ... Detetive Murata

Masatoshi Nagase ... Detetive Shibusawa

Saya Hagiwara ... Mitsuko

Hideo Sako ... Detetive Hagitani


Sinopse


E
sta é a macabra história do suicídio coletivo de 54 garotas, todas estudantes de um mesmo colégio. Elas se atiram na frente do metrô, causando enorme comoção pública.Uma série de outras mortes de grupos espalhados por todo o país deixa a equipe do detetive Kuroda em pânico. Eles correm contra o tempo e as pistas mais atrapalham do que ajudam. Neste suspense de alto teor psicológico nada é tão simples como parece.

Vai Lendo!




G
ostaria de ver esse filme mais vezes e escrever uma bela crítica sobre o mesmo. Mas ainda não tenho o filme e vi uma única vez pelo youtube no ano passado. O que pude fazer foi ler vários comentários e críticas sobre o mesmo para assim poder chegar a uma conclusão: o filme é bom. Futuramente, quando eu assistir o filme novamente, essa minha postagem pode vir a mudar, mas no momento tudo o que eu tenho a dizer é que pra quem gosta de gore, provavelmente vai gostar desse filme.

Apenas lembre-se que é filme japonês, então a história é um pouco mais complexa do que o normal. Não que todos os filmes japoneses são complexos , mas todos que assisti de suspense e terror até hoje foram bem complexos. Na verdade posso até dizer que Suicide Club é complexo e consfuso, pois até agora não achei ninguém que tenha entendido 100% da história. Eu pelo menos achei interessante e tenho algumas teorias, mas não tenho certeza absoluta de nenhuma delas.


As cenas são fortes, cheguei a ler que eram macabras e que se a pessoa não estivesse acostumada era melhor nem assistir. Eu assisti pensando "Não, esse povo tá exagerando!". Mas realmente são fortes. Porém eu já estou acostumada (e também achei o sangue
tosco estranho).

O filme em si tem como propósito fazer uma crítica aos altos índices de suicídio no Japão. Critica também a mídia, a alienação e o modismo. Resumindo: uma crítica social.


Quem tiver oportunidade de assistir Suicide Club, tente assisti-lo sem preguiça de pensar. É um filme diferente mas nem por isso é ruim. Achei interessante, apesar de meio confuso. Logicamente que pelo filme ter sido realizado com baixo orçamento, não podemos esperar ótimas atuações e super efeitos especiais.

Enfim, pra quem gostou de Battle Royale recomendo esse filme (e vice-versa).


Nota (0-10):
8,5 (pra quem gosta de pensar, pra quem é crítico...é um bom filme)


Trailer




Cena do trem (a mais famosa):





Curiosidades


-
Segundo alguns sites, Sion Sono era diretor de filmes pornôs gays e depois do suicídio de um amigo decidiu fazer esse filme.

- Para saber mais sobre o filme (teorias, imagens, curiosidades) veja no site
Boca do Inferno.


-
(Spoiler) Nem achei a cena do trem a mais forte. A mãe da menininha rindo e cortando os dedos....o sangue saindo... aquela sim foi tensa e bizarra. O.O


5 comentários:

  1. Oi, só pra constar, o Sion Sono nunca foi diretor de filmes gays.
    Ele sempre foi poeta e cineasta, e todos os seus filmes são críticas sociais puxadas para o terror.
    Ele sempre esteve envolvido com movimentos artisticos e antes de ter feito Suicide Club ele já tinha filmes ótimos como BAD FILM, KAZE, OTAKU e The Room.

    Suicide Club é um dos melhores filmes do mundo, e vc vai entender melhor se assistir a continuação: Noriko's dinner table.

    Se quiser conversar mais sobre terror asiático, me adiciona no MSN: rticons@rticons.net

    Bjinhus ;*

    ResponderExcluir
  2. putis esse filme é uma merda o diretor nao tem dinheiho o bastante pra fazer um filme bom e faz essa porcaria.so uma fez que eu assistir um filme japones que eu gosteiuma unica vez,,,,,,pois pra mim filme bom so dos americano pois japones nao ta pra nada essa droga de filme só perdi meu tempo

    ResponderExcluir
  3. Cara nao adiante meter o pau nos filmes japoneses assim sem pensar na historia do filme e o enredo temos que levar em conta que oq eles levão mais em conta a atuação dos seus personagens

    E quando vc ve um filme de cinema oriental jah tem que levar em conta que vai ser totalmente diferente da ótica americana e para quem nao tah acostumado claramente vai achar ruim.Porem não é ruim e sim vc que nao tah acostumado com esse tipo de filme.

    ResponderExcluir
  4. Você não pode falar mal dos filmes japoneses,e esse filme o pacto é muito legal eu até recomendo a assistir porque o filme é nota 1000 se vc quer conversar mas sobre isso me adiciona no orkut=suelen_hyuga@hotmail.com
    bjsss sayonara:*

    ResponderExcluir

• Faça pedido de parceria somente na página reservada para isso.

Não aceitamos comentários ofensivos. Se quiser criticar a postagem, critique com educação.

Spams não serão aceitos. Aqui não é lugar para você divulgar seu site, blog ou seja lá o que for.

• Lembre-se de que o Vai Assistindo possui mais de um autor. Portanto, a crítica de cada um deles não expressa a opinião de todos os outros autores. Procure ver logo abaixo do título de cada postagem o nome do autor que a criou.

• As opiniões expressas nos comentários não refletem as dos autores do blog.